Fechar
Publicidade

Domingo, 16 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Classe C gasta 5% da renda com internet, telefonia e TV


Alexandre Melo
Do Diário do Grande ABC

15/02/2011 | 07:02


A condição financeira melhor proporcionou à dona de casa mauaense Elaine Gonçalves, 35 anos, contratar no ano passado pacote de TV por assinatura que custa R$ 70 mensais. Pesquisa da USCS (Universidade Municipal de São Caetano) aponta que os gastos das famílias de classe C no Grande ABC com telefonia, internet e TV paga somam 5,1% da renda mensal.

Os valores desembolsados variam de R$ 96 a R$ 103 nas residências desse estrato social. Entre as famílias mais abastadas, o percentual de gasto mensal é de 4% na classe A (R$ 254), 5,3% na B (R$ 171). Já nas camadas D e E é de 3% (R$ 33).

Esse percentual de gastos com TV por assinatura na classe C demonstra o potencial de crescimento pelas classes emergentes. Segundo outro estudo, do Data Popular, as classes C e D representam metade dos assinantes do serviço no País.

Desses 50%, fatia de 43% dos consumidores é da camada C e 7% da D. Já os estratos A e B correspondem a 24% e 26%, respectivamente. O avanço da nova classe média no setor foi detectado pelas empresas, tanto que operadoras engordam suas bases de assinantes com pacotes direcionados para esses públicos.

De acordo com balanço anual da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), 2010 encerrou com 9,768 milhões de domicílios com equipamento de TV por assinatura instalados.

Para a dona de casa Elaine, a compra do serviço fez com que os quatro filhos deixassem de brincar na rua. "Eles adoram assistir os canais de desenho e programas educativos. Estão brigando até menos, pois ficam na frente da televisão." Em muitos casos, a TV por assinatura tem função de babá eletrônica, pois os filhos ficam entretidos assistindo seus programas favoritos.

PLANO - A pesquisa do Data Popular revelou também que nos próximos 12 meses, 65% dos brasileiros da classe C pretendem contratar TV por assinatura. (Colaborou Pedro Souza)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Classe C gasta 5% da renda com internet, telefonia e TV

Alexandre Melo
Do Diário do Grande ABC

15/02/2011 | 07:02


A condição financeira melhor proporcionou à dona de casa mauaense Elaine Gonçalves, 35 anos, contratar no ano passado pacote de TV por assinatura que custa R$ 70 mensais. Pesquisa da USCS (Universidade Municipal de São Caetano) aponta que os gastos das famílias de classe C no Grande ABC com telefonia, internet e TV paga somam 5,1% da renda mensal.

Os valores desembolsados variam de R$ 96 a R$ 103 nas residências desse estrato social. Entre as famílias mais abastadas, o percentual de gasto mensal é de 4% na classe A (R$ 254), 5,3% na B (R$ 171). Já nas camadas D e E é de 3% (R$ 33).

Esse percentual de gastos com TV por assinatura na classe C demonstra o potencial de crescimento pelas classes emergentes. Segundo outro estudo, do Data Popular, as classes C e D representam metade dos assinantes do serviço no País.

Desses 50%, fatia de 43% dos consumidores é da camada C e 7% da D. Já os estratos A e B correspondem a 24% e 26%, respectivamente. O avanço da nova classe média no setor foi detectado pelas empresas, tanto que operadoras engordam suas bases de assinantes com pacotes direcionados para esses públicos.

De acordo com balanço anual da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), 2010 encerrou com 9,768 milhões de domicílios com equipamento de TV por assinatura instalados.

Para a dona de casa Elaine, a compra do serviço fez com que os quatro filhos deixassem de brincar na rua. "Eles adoram assistir os canais de desenho e programas educativos. Estão brigando até menos, pois ficam na frente da televisão." Em muitos casos, a TV por assinatura tem função de babá eletrônica, pois os filhos ficam entretidos assistindo seus programas favoritos.

PLANO - A pesquisa do Data Popular revelou também que nos próximos 12 meses, 65% dos brasileiros da classe C pretendem contratar TV por assinatura. (Colaborou Pedro Souza)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;