Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 14 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Edmundo se apresentará à polícia nesta 4ª, diz advogado


Do Diário do Grande ABC

06/10/1999 | 08:45


O atacante Edmundo, do Vasco, se apresentará à polícia ainda nesta quarta-feira. Pelo menos é o que Arthur Lavigne, advogado do jogador, garantiu, na manha desta quarta-feira, em entrevista ao telejornal Bom dia Rio, da Rede Globo, segundo informaçao da Agência O Globo.

Segundo Lavigne, o jogador nao está foragido, como a imprensa tem noticiado. O atacante nao teria se apresentado ainda porque o mandado de prisao chegou apenas à noite. O advogado disse que o motivo do sumiço é que seu cliente estaria apenas se protegendo do assédio da imprensa.

Terça-feira (05), o atacante teve prisao preventiva decretada, após decisao unânime dos desembargadores da 6ª Câmara Criminal do Rio, que mantiveram a sentença expedida pela 17ª Vara Criminal, em 5 de março, na qual o jogador havia sido condenado a quatro anos e meio de prisao, em regime semi-aberto. Pela decisao, Edmundo terá de se apresentar à Justiça todos os dias, às 18h30.

O jogador é acusado de homicídio culposo por ter causado acidente automobilístico na Lagoa Rodrigo de Freitas, zona sul, em 2 de dezembro de 1995. Ele dirigia um jipe Cherokee em alta velocidade, ultrapassou o sinal vermelho num cruzamento na Avenida Borges de Medeiros e acabou batendo num Fiat Uno. Três pessoas morreram: o motorista do Uno, Carlos Frederico Tinoco, sua namorada, Alessandra Perrota, e Joana Maria Couto, passageira do Cherokee.

"Tinha esperança de que isso acontecesse um dia", disse nesta terça-feira, emocionada, a mae de Joana, Eliana Casotti.

Edmundo também é acusado por lesoes corporais culposas em Roberta Rodrigues de Barros Campos e Débora Ferreira Silva, ocupantes do Cherokee, e Natasha Marinho Ketzer, passageira do Uno. Em seu depoimento à Justiça, Roberta, que estava no banco dianteiro do jipe, disse ter visto o velocímetro marcar 150 quilômetros por hora, pouco antes do acidente. Edmundo garantiu que dirigia a 70 km/h.

A decisao, entretanto, cabem recursos no Superior Tribunal de Justiça (STJ). Nesta terça-feira, os advogados do Vasco reuniram-se durante toda a tarde para estudar o caso e impedir a prisao de Edmundo. O criminalista Arthur Lavigne estava de viagem marcada à noite para Brasília, onde tentaria impetrar um habeas corpus no STJ.

O vice-presidente do Vasco e deputado federal, Eurico Miranda (PPB-RJ), ironizou a decisao judicial "Ela foi muito rigorosa; os desembargadores estao vivendo um momento de glória."

Os três desembargadores da 6ª Câmara Criminal do Rio que votaram pela manutençao da sentença sao Eduardo Mayer Eri, Sales da Cunha e Maurício da Silva Lintz.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Edmundo se apresentará à polícia nesta 4ª, diz advogado

Do Diário do Grande ABC

06/10/1999 | 08:45


O atacante Edmundo, do Vasco, se apresentará à polícia ainda nesta quarta-feira. Pelo menos é o que Arthur Lavigne, advogado do jogador, garantiu, na manha desta quarta-feira, em entrevista ao telejornal Bom dia Rio, da Rede Globo, segundo informaçao da Agência O Globo.

Segundo Lavigne, o jogador nao está foragido, como a imprensa tem noticiado. O atacante nao teria se apresentado ainda porque o mandado de prisao chegou apenas à noite. O advogado disse que o motivo do sumiço é que seu cliente estaria apenas se protegendo do assédio da imprensa.

Terça-feira (05), o atacante teve prisao preventiva decretada, após decisao unânime dos desembargadores da 6ª Câmara Criminal do Rio, que mantiveram a sentença expedida pela 17ª Vara Criminal, em 5 de março, na qual o jogador havia sido condenado a quatro anos e meio de prisao, em regime semi-aberto. Pela decisao, Edmundo terá de se apresentar à Justiça todos os dias, às 18h30.

O jogador é acusado de homicídio culposo por ter causado acidente automobilístico na Lagoa Rodrigo de Freitas, zona sul, em 2 de dezembro de 1995. Ele dirigia um jipe Cherokee em alta velocidade, ultrapassou o sinal vermelho num cruzamento na Avenida Borges de Medeiros e acabou batendo num Fiat Uno. Três pessoas morreram: o motorista do Uno, Carlos Frederico Tinoco, sua namorada, Alessandra Perrota, e Joana Maria Couto, passageira do Cherokee.

"Tinha esperança de que isso acontecesse um dia", disse nesta terça-feira, emocionada, a mae de Joana, Eliana Casotti.

Edmundo também é acusado por lesoes corporais culposas em Roberta Rodrigues de Barros Campos e Débora Ferreira Silva, ocupantes do Cherokee, e Natasha Marinho Ketzer, passageira do Uno. Em seu depoimento à Justiça, Roberta, que estava no banco dianteiro do jipe, disse ter visto o velocímetro marcar 150 quilômetros por hora, pouco antes do acidente. Edmundo garantiu que dirigia a 70 km/h.

A decisao, entretanto, cabem recursos no Superior Tribunal de Justiça (STJ). Nesta terça-feira, os advogados do Vasco reuniram-se durante toda a tarde para estudar o caso e impedir a prisao de Edmundo. O criminalista Arthur Lavigne estava de viagem marcada à noite para Brasília, onde tentaria impetrar um habeas corpus no STJ.

O vice-presidente do Vasco e deputado federal, Eurico Miranda (PPB-RJ), ironizou a decisao judicial "Ela foi muito rigorosa; os desembargadores estao vivendo um momento de glória."

Os três desembargadores da 6ª Câmara Criminal do Rio que votaram pela manutençao da sentença sao Eduardo Mayer Eri, Sales da Cunha e Maurício da Silva Lintz.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;