Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 3 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Novo hemocentro vai triplicar coleta de sangue


Kelly Zucatelli
Do Diário do Grande ABC

19/08/2010 | 07:05


A Colsan (Associação Beneficente de Coleta de Sangue) e a Prefeitura de São Bernardo inauguraram ontem a recém-construída unidade de São Bernardo.

O espaço cedido pela Prefeitura há dois anos deve ampliar o número de doações de sangue coletadas na cidade dos atuais 1.000 para 3.000. Com a mudança, o posto que atendia na Rua Fioravante Demarchi, ao lado do Hospital Anchieta, foi desativado.

A expectativa da direção da Colsan é que os sete municípios, em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde, consigam implementar um Ambulatório de Hemoterapia na unidade. O objetivo é atender pacientes que fazem tratamentos de doenças do sangue, como a talassemia e a anemia falsiforme.

"Para a realização desse serviço precisamos de aporte do Estado. A estrutura do prédio atende perfeitamente as necessidades", sustenta o superintendente da Colsan, José Augusto Barreto.

A iniciativa evitaria que os pacientes do Grande ABC tivessem de se deslocar para São Paulo para realizar os tratamentos.

NOVAS INSTALAÇÕES
A concessão da Prefeitura de São Bernardo para uso da área é de 20 anos, podendo ser prorrogado por igual período. As novas instalações foram construídas em área de 695,53 m² na Vila Euclídes (Rua Pedro Jacobucci, 440), próximo ao Centro de São Bernardo.

A associação investiu quase R$ 4 milhões na construção da sede com dois andares, que tem espaços reservados para triagem e ampla sala com seis cadeiras para coleta de sangue e outra para coleta de plaquetas. "Além da coleta normal, os doadores que optarem pela coleta de plaqueta têm a opção de doar mais vezes ao ano, o que pode ajudar ainda mais a reserva do banco de sangue", explicou a gerente regional da Colsan, Fernanda Vasconcellos.

Por mês, a Colsan faz o processamento de cerca de 14 mil bolsas de sangue da região, que abastecem sete hospitais públicos em Santo André, São Bernardo e São Caetano.

O Hemocentro de São Bernardo funciona de segunda a sábado, das 8h às 13h. Mais informações pelo telefone: 4332-3900. O Grande ABC conta com mais duas unidades de coleta, em Santo André e uma em São Caetano.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Novo hemocentro vai triplicar coleta de sangue

Kelly Zucatelli
Do Diário do Grande ABC

19/08/2010 | 07:05


A Colsan (Associação Beneficente de Coleta de Sangue) e a Prefeitura de São Bernardo inauguraram ontem a recém-construída unidade de São Bernardo.

O espaço cedido pela Prefeitura há dois anos deve ampliar o número de doações de sangue coletadas na cidade dos atuais 1.000 para 3.000. Com a mudança, o posto que atendia na Rua Fioravante Demarchi, ao lado do Hospital Anchieta, foi desativado.

A expectativa da direção da Colsan é que os sete municípios, em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde, consigam implementar um Ambulatório de Hemoterapia na unidade. O objetivo é atender pacientes que fazem tratamentos de doenças do sangue, como a talassemia e a anemia falsiforme.

"Para a realização desse serviço precisamos de aporte do Estado. A estrutura do prédio atende perfeitamente as necessidades", sustenta o superintendente da Colsan, José Augusto Barreto.

A iniciativa evitaria que os pacientes do Grande ABC tivessem de se deslocar para São Paulo para realizar os tratamentos.

NOVAS INSTALAÇÕES
A concessão da Prefeitura de São Bernardo para uso da área é de 20 anos, podendo ser prorrogado por igual período. As novas instalações foram construídas em área de 695,53 m² na Vila Euclídes (Rua Pedro Jacobucci, 440), próximo ao Centro de São Bernardo.

A associação investiu quase R$ 4 milhões na construção da sede com dois andares, que tem espaços reservados para triagem e ampla sala com seis cadeiras para coleta de sangue e outra para coleta de plaquetas. "Além da coleta normal, os doadores que optarem pela coleta de plaqueta têm a opção de doar mais vezes ao ano, o que pode ajudar ainda mais a reserva do banco de sangue", explicou a gerente regional da Colsan, Fernanda Vasconcellos.

Por mês, a Colsan faz o processamento de cerca de 14 mil bolsas de sangue da região, que abastecem sete hospitais públicos em Santo André, São Bernardo e São Caetano.

O Hemocentro de São Bernardo funciona de segunda a sábado, das 8h às 13h. Mais informações pelo telefone: 4332-3900. O Grande ABC conta com mais duas unidades de coleta, em Santo André e uma em São Caetano.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;