Fechar
Publicidade

Domingo, 7 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Estado muda comando da Segurança Pública


Cadu Proieti
Do Diário do Grande ABC

22/11/2012 | 07:00


O comando da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo trocou de mãos. Em meio a onda de violência que ronda o Estado, Antonio Ferreira Pinto não resistiu à pressão e foi demitido na segunda-feira. O novo secretário é o ex-procurador-geral de Justiça, Fernando Vieira Grella, que, no primeiro pronunciamento à frente do cargo, prometeu que vai endurecer o combate ao crime organizado. "Haverá enfrentamento dentro da lei e do respeito aos preceitos constitucionais", disse.

Para Guaracy Mingardi, ex-subsecretário nacional de Segurança Pública e especialista em inteligência e análise criminal, Grella já deu o primeiro passo para melhorar as políticas contra a violência em São Paulo. "Ele  reconheceu que existe um problema, coisa que o antigo secretário não fazia. Não acredito em grandes mudanças imediatas, mas essa iniciativa é o caminho certo para um trabalho que deve ser feito a longo prazo", disse.

Segundo Mingardi, o novo comando da secretaria terá de explorar trabalho unificado entre as policias Militar e Civil para combater o crime organizado. "Isso não está acontecendo. O Ferreira Pinto utilizava apenas parte da Polícia Militar, principalmente a Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar)", afirmou o especialista.

A diretora do Instituto Sou da Paz, Luciana Guimarães, também acredita que apenas mudança de nomes no comando da Segurança Pública não trarão resultados eficazes para a diminuição da violência no Estado. "É necessário modificação na condução da política de Segurança paulista, com modernização da gestão, integração das polícias e valorização dos profissionais. O primeiro passo é diagnosticar o problema que o Estado está passando, inclusive se aproximando da população. Para isso, investimento em inteligência é primordial para que seja feito trabalho eficiente."

De acordo com Luciana, Grella tem potencial para realizar boa gestão à frente da pasta. "Ele possui currículo para isso. Pela sua história, é alguém com perfil para encarar o atual problema de Segurança no Estado", disse a especialista.

LONGA PROCURA

A queda de Ferreira Pinto começou a se desenhar quando a facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) decidiu matar policiais militares para vingar a morte de seus integrantes em ações da Rota. As execuções começaram em junho. Há dois meses, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) procurava um nome para substituir o homem que chefiava a pasta desde 2009.

"Reconhecemos as dificuldades que estamos passando e vamos nos empenhar de forma redobrada nesse trabalho", afirmou o governador ao anunciar a mudança na secretaria. (com AE)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Estado muda comando da Segurança Pública

Cadu Proieti
Do Diário do Grande ABC

22/11/2012 | 07:00


O comando da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo trocou de mãos. Em meio a onda de violência que ronda o Estado, Antonio Ferreira Pinto não resistiu à pressão e foi demitido na segunda-feira. O novo secretário é o ex-procurador-geral de Justiça, Fernando Vieira Grella, que, no primeiro pronunciamento à frente do cargo, prometeu que vai endurecer o combate ao crime organizado. "Haverá enfrentamento dentro da lei e do respeito aos preceitos constitucionais", disse.

Para Guaracy Mingardi, ex-subsecretário nacional de Segurança Pública e especialista em inteligência e análise criminal, Grella já deu o primeiro passo para melhorar as políticas contra a violência em São Paulo. "Ele  reconheceu que existe um problema, coisa que o antigo secretário não fazia. Não acredito em grandes mudanças imediatas, mas essa iniciativa é o caminho certo para um trabalho que deve ser feito a longo prazo", disse.

Segundo Mingardi, o novo comando da secretaria terá de explorar trabalho unificado entre as policias Militar e Civil para combater o crime organizado. "Isso não está acontecendo. O Ferreira Pinto utilizava apenas parte da Polícia Militar, principalmente a Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar)", afirmou o especialista.

A diretora do Instituto Sou da Paz, Luciana Guimarães, também acredita que apenas mudança de nomes no comando da Segurança Pública não trarão resultados eficazes para a diminuição da violência no Estado. "É necessário modificação na condução da política de Segurança paulista, com modernização da gestão, integração das polícias e valorização dos profissionais. O primeiro passo é diagnosticar o problema que o Estado está passando, inclusive se aproximando da população. Para isso, investimento em inteligência é primordial para que seja feito trabalho eficiente."

De acordo com Luciana, Grella tem potencial para realizar boa gestão à frente da pasta. "Ele possui currículo para isso. Pela sua história, é alguém com perfil para encarar o atual problema de Segurança no Estado", disse a especialista.

LONGA PROCURA

A queda de Ferreira Pinto começou a se desenhar quando a facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) decidiu matar policiais militares para vingar a morte de seus integrantes em ações da Rota. As execuções começaram em junho. Há dois meses, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) procurava um nome para substituir o homem que chefiava a pasta desde 2009.

"Reconhecemos as dificuldades que estamos passando e vamos nos empenhar de forma redobrada nesse trabalho", afirmou o governador ao anunciar a mudança na secretaria. (com AE)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;