Fechar
Publicidade

Domingo, 1 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Palmeiras e Santos fazem clássico no Allianz Parque

Montagem/Divulgação  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Em duelo que virou frequente, times medem
forças apoiadas em números e em retrospectos


Dérek Bittencourt

12/07/2016 | 07:00


Há quase dois anos, Palmeiras e Santos protagonizam o clássico mais recorrente e de maior rivalidade no futebol paulista – quiçá, nacional. Além de compromissos por fases menos importantes, foram três finais no período, com vantagem ao Alvinegro, que faturou o bicampeonato paulista, enquanto o Alviverde ficou com a Copa do Brasil. Hoje, às 20h30, no Allianz Parque, medem forças pelo Campeonato Brasileiro para mais um capítulo do duelo.

Líder da competição com o mesmo número de pontos do Corinthians, que já jogou na rodada, o Verdão aposta no fator casa para somar mais um triunfo. Além de estar invicto no local neste Brasileirão, tem grande retrospecto em clássicos no Allianz Parque: desde que a renovada arena foi inaugurada, foram nove jogos, com seis vitórias, dois empates e apenas uma derrota, além de 15 gols pró e cinco contra. Tais situações, porém, não iludem o técnico Cuca. “(A gente) Não vai ganhar todos em casa, provavelmente.”

Já o Peixe tenta reverter uma situação que não é muito favorável como visitante neste Brasileirão: em seis jogos foram três derrotas, um empate e dois triunfos. “Vamos lá para conseguir a vitória. Fora de casa, quando tem oportunidade, precisamos vencer”, destacou o meia Renato.


Leandro Pereira, Tchê Tchê e Moisés são relacionados


O Palmeiras tem três desfalques importantes para o clássico com o Santos, às 20h30 de hoje: o volante Thiago Santos e os atacantes Róger Guedes e Gabriel Jesus estão suspensos. Tais situações levaram o técnico Cuca a relacionar Leandro Pereira, que pode reestrear, além de Tchê Tchê e Moisés, que eram dúvidas por lesões. Quem joga, entretanto, só quando a escalação for revelada.

Independentemente de quem atuar, uma coisa é certa: o fato de ser ponteiro do Brasileiro coloca o Verdão em evidência. “É natural, somos líderes. Vim até pensando no carro que, cada vez mais, a gente se aproxima do título. E, a cada rodada que passa, os times vão secando e se preparando melhor, principalmente quando vão jogar contra a gente”, destacou o volante Jean.


Meia Renato destaca força do adversário, apesar dos desfalques


Uma das principais cabeças do Santos, o meia Renato destacou a força do Palmeiras, adversário de hoje à noite, na Capital. Segundo ele, o Peixe precisa segurar o ímpeto inicial do adversário, mesmo o Verdão não tendo Gabriel Jesus, Róger Guedes e Thiago Santos, suspensos.

“O Palmeiras faz muita pressão nos primeiros minutos, a torcida apoia bastante. Precisamos segurar a pressão, mas partindo para cima”, afirmou o jogador. “Um confronto direto, é o líder da competição, jogo sempre difícil, na casa deles”, emendou Renato, que terá Vitor Bueno ou Copete ao lado no meio de campo. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;