Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 27 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Fundo de pensão japonês pode investir em infraestrutura nos EUA



03/02/2017 | 05:13


O presidente do fundo de pensão do governo do Japão (GPIF, pela sigla em inglês), Norihiro Takahashi, disse que a entidade pode, teoricamente, investir em projetos de infraestrutura nos EUA.

O GPIF tem cerca de 7 trilhões de ienes (US$ 62,2 bilhões) em caixa para fazer investimentos alternativos, inclusive em infraestrutura, afirmou Takahashi, em resposta à pergunta de um parlamentar oposicionista.

A mídia local já havia divulgado que Tóquio iria pedir ao GPIF que investisse em infraestrutura nos EUA, como parte de um pacote que o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, deverá apresentar ao presidente dos EUA, Donald Trump, em reunião prevista para o próximo dia 10.

"Supomos que nossos investimentos alternativos serão feitos em países desenvolvidos da Europa e nos EUA. É teoricamente possível investir em infraestrutura nos EUA se nossos gestores de recursos assim decidirem, em linha com nossas diretrizes", disse Takahashi.

Abe, porém, declarou que o governo japonês não está numa posição de determinar os investimentos que o GPIF deve fazer. Fonte: Dow Jones Newswires.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Fundo de pensão japonês pode investir em infraestrutura nos EUA


03/02/2017 | 05:13


O presidente do fundo de pensão do governo do Japão (GPIF, pela sigla em inglês), Norihiro Takahashi, disse que a entidade pode, teoricamente, investir em projetos de infraestrutura nos EUA.

O GPIF tem cerca de 7 trilhões de ienes (US$ 62,2 bilhões) em caixa para fazer investimentos alternativos, inclusive em infraestrutura, afirmou Takahashi, em resposta à pergunta de um parlamentar oposicionista.

A mídia local já havia divulgado que Tóquio iria pedir ao GPIF que investisse em infraestrutura nos EUA, como parte de um pacote que o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, deverá apresentar ao presidente dos EUA, Donald Trump, em reunião prevista para o próximo dia 10.

"Supomos que nossos investimentos alternativos serão feitos em países desenvolvidos da Europa e nos EUA. É teoricamente possível investir em infraestrutura nos EUA se nossos gestores de recursos assim decidirem, em linha com nossas diretrizes", disse Takahashi.

Abe, porém, declarou que o governo japonês não está numa posição de determinar os investimentos que o GPIF deve fazer. Fonte: Dow Jones Newswires.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;