Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 7 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Cedenho quer ampliar debate para MP e Procon


Karen Camacho
Da Redaçao

15/01/1999 | 00:05


  O presidente da subseçao de Santo André da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Antonio Carlos Cedenho, disse nesta quinta que outras entidades deveriam se manifestar quanto à questao da cobrança da taxa de drenagem e do reajuste na tarifa de água promovidos pelo Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental). Cedenho propôs também que o assunto seja debatido em audiência pública.

A OAB participou na quarta de uma reuniao com o superintendente do Semasa, Maurício Mindrisz, e o prefeito em exercício de Santo André, Joao Avamileno, para discutir as medidas da autarquia. A Comissao de Defesa dos Direitos do Cidadao da entidade alega que a cobrança da taxa é ilegal e o reajuste, exagerado.

Para Cedenho, entre os órgaos que deveriam abordar o assunto estao a Curadoria dos Direitos do Consumidor, o Ministério Público, e o Procon (Coordenadoria de Proteçao e Defesa do Consumidor). Ele acredita que uma audiência pública realizada pela Câmara ou pela Prefeitura poderia esclarecer à populaçao os questionamentos da entidade sobre as cobranças.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Cedenho quer ampliar debate para MP e Procon

Karen Camacho
Da Redaçao

15/01/1999 | 00:05


  O presidente da subseçao de Santo André da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Antonio Carlos Cedenho, disse nesta quinta que outras entidades deveriam se manifestar quanto à questao da cobrança da taxa de drenagem e do reajuste na tarifa de água promovidos pelo Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental). Cedenho propôs também que o assunto seja debatido em audiência pública.

A OAB participou na quarta de uma reuniao com o superintendente do Semasa, Maurício Mindrisz, e o prefeito em exercício de Santo André, Joao Avamileno, para discutir as medidas da autarquia. A Comissao de Defesa dos Direitos do Cidadao da entidade alega que a cobrança da taxa é ilegal e o reajuste, exagerado.

Para Cedenho, entre os órgaos que deveriam abordar o assunto estao a Curadoria dos Direitos do Consumidor, o Ministério Público, e o Procon (Coordenadoria de Proteçao e Defesa do Consumidor). Ele acredita que uma audiência pública realizada pela Câmara ou pela Prefeitura poderia esclarecer à populaçao os questionamentos da entidade sobre as cobranças.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;