Fechar
Publicidade

Sábado, 31 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Grana evita abonar emenda petista do Polo

Celso Luiz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Prefeito deixa a critério do secretariado decisão sobre revogar lei caso obra não saia em dois anos


Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

13/08/2013 | 07:00


O prefeito de Santo André, Carlos Grana (PT), evitou ontem dar sinal verde à emenda sugerida pelo vereador governista José Montoro Filho, o Montorinho (PT), que pressiona a efetivação do Polo Tecnológico pelo governo do Estado. O petista deixou a critério dos secretários de Gabinete, Tiago Nogueira (PT), e Desenvolvimento Econômico, Oswana Fameli (PRP, vice), a decisão sobre revogar a lei caso o equipamento não saia do papel dentro do prazo de dois anos a partir da aprovação no Legislativo.

“Eles (secretariado) terão a condição de avaliar melhor se é caso de incluir emenda ou não. E prefiro deixar a Câmara definir (a votação) de forma autônoma. Importante é não perder a oportunidade, porque os recursos da Finep e do Estado são importantes. Só eles poderão garantir a constituição do parque tecnológico”, disse Grana. A Finep (Financiadora de Estudos e Projetos) é empresa pública vinculada ao Ministério da Ciência e Tecnologia, ligado ao governo federal.

A emenda tende a ser assinada pelos 21 vereadores. O governo petista, por sua vez, tenta desviar-se de impor a situação ao futuro parceiro. O impasse está em relação ao pedido de urgência colocado no projeto, protocolado dia 1º na Câmara. A solicitação é que a proposta seja avalizada hoje, em duas sessões – sendo uma delas extraordinária –, sob a justificativa de que o edital, que ocorre a cada dois anos, da Finep se encerra dia 16 e o Paço não tinha ciência do prazo, aberto em julho.

Os parlamentares de oposição, em especial do PTB, encaram o pedido de rapidez na apreciação da matéria como fórmula petista de “enfiar a faca no pescoço”. Normalmente, os trâmites dos projetos duram 45 dias. A proposta designa duas áreas – uma na Avenida dos Estados e outra na região de Campo Grande, próximo de Paranapiacaba – para implantação do Polo. Pelo formato do projeto, a administração aguarda angariar R$ 6 milhões da Finep. Depois desta etapa, a Prefeitura pretende conquistar R$ 20 milhões do Estado.

Mesmo receoso, Tiago Nogueira afirmou que não vê problema com a emenda. Por outro lado, o secretário frisou que a cessão dos terrenos e sua efetivação ficarão dependentes do governo estadual. “Tem sentido se (o projeto) não andar. Espírito da emenda é correto, mas esta questão envolve o Estado. Eu vejo com bons olhos.” Tanto Tiago quanto Oswana devem comparecer hoje à votação para acompanhar a evolução das tratativas com os vereadores.

VISTORIA

Comissão parlamentar, formada por Luiz Zacarias, Ailton Lima, ambos do PTB, e Marcos Pinchiari (PTdoB), vistoriou sexta-feira as duas áreas e requereu série de documentos do Paço. O grupo espera todas as respostas antes da deliberação da comissão de Justiça e Redação, que ainda não deu pareceu favorável à proposta. Grana sinalizou que a documentação está sendo encaminhada ao Legislativo. “Temos de aproveitar essa oportunidade.”



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;