Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 20 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

BNDES aprova R$ 700 mi para produção de plástico


Das Agências

12/06/2010 | 07:10


O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) informou ontem, em comunicado, a aprovação da criação de programa específico de financiamento para a indústria de transformados plásticos, o Proplástico (Programa de Apoio ao Desenvolvimento da Cadeia Produtiva do Plástico - BNDES), que terá orçamento de R$ 700 milhões e prazo de vigência até setembro de 2012.

De acordo com informações fornecidas pelo banco, o projeto tem como objetivo a modernização das empresas do setor e visa o aumento da produção de plásticos e seus produtos, de equipamentos e de moldes para o segmento - além da melhoria dos padrões de qualidade e de produtividade das indústrias instaladas no País.

A instituição informou que o valor mínimo das operações a serem apoiadas no âmbito desse programa é de R$ 3 milhões. O custo financeiro do BNDES Proplástico terá como base a TJLP, atualmente em 6% ao ano. A remuneração básica do BNDES varia de acordo com o porte da empresa, sendo de 1% ao ano para as micro e pequenas empresas.

No âmbito do programa, as taxas de risco de crédito das operações de empresas com faturamento bruto de até R$ 300 milhões serão fixas em 0,5% ao ano, enquanto com as demais companhias seguirão as políticas operacionais do BNDES. O prazo total do financiamento é de até dez anos, incluindo até três anos de carência.

Dados apurados pelo banco atestam que o setor de transformados plásticos, conta com cerca de 11 mil indústrias no País, sendo mais de 70% microempresas, responsável pela geração de aproximadamente 300 mil empregos no Brasil, segundo cálculos da instituição.

REGIÃO
O volume dos desembolsos do BNDES para empresas do Grande ABC atingiu R$ 344,1 milhões no primeiro trimestre, conforme divulgou o Diário na edição de segunda-feira. O município que mais obteve recursos foi São Bernardo, com quase metade do montante: R$ 164,5 milhões. Embora não tenha sido disponibilizada base de comparação trimestral, durante o ano todo de 2009, foram desembolsados R$ 2,7 bilhões para empresários da região. Na comparação com 2008, houve crescimento de 434% na oferta de recursos, quando foram emprestados R$ 626 milhões.

O número de operações aprovadas também teve destaque nos resultados da região. Para se ter ideia, o primeiro trimestre deste ano registrou 1.665 pedidos. Em 2009 inteiro, foram 4.450, ante 1.102 em 2008; alta de 404%.

Analisando por porte dos empreendimentos, as microempresas do Grande ABC conquistaram volume de recursos 89% menor em 2009 ante 2008, para R$ 86,6 milhões. Entretanto, somente no primeiro trimestre deste ano, foram R$ 44,2 milhões - mais da metade do obtido no ano passado inteiro.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

BNDES aprova R$ 700 mi para produção de plástico

Das Agências

12/06/2010 | 07:10


O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) informou ontem, em comunicado, a aprovação da criação de programa específico de financiamento para a indústria de transformados plásticos, o Proplástico (Programa de Apoio ao Desenvolvimento da Cadeia Produtiva do Plástico - BNDES), que terá orçamento de R$ 700 milhões e prazo de vigência até setembro de 2012.

De acordo com informações fornecidas pelo banco, o projeto tem como objetivo a modernização das empresas do setor e visa o aumento da produção de plásticos e seus produtos, de equipamentos e de moldes para o segmento - além da melhoria dos padrões de qualidade e de produtividade das indústrias instaladas no País.

A instituição informou que o valor mínimo das operações a serem apoiadas no âmbito desse programa é de R$ 3 milhões. O custo financeiro do BNDES Proplástico terá como base a TJLP, atualmente em 6% ao ano. A remuneração básica do BNDES varia de acordo com o porte da empresa, sendo de 1% ao ano para as micro e pequenas empresas.

No âmbito do programa, as taxas de risco de crédito das operações de empresas com faturamento bruto de até R$ 300 milhões serão fixas em 0,5% ao ano, enquanto com as demais companhias seguirão as políticas operacionais do BNDES. O prazo total do financiamento é de até dez anos, incluindo até três anos de carência.

Dados apurados pelo banco atestam que o setor de transformados plásticos, conta com cerca de 11 mil indústrias no País, sendo mais de 70% microempresas, responsável pela geração de aproximadamente 300 mil empregos no Brasil, segundo cálculos da instituição.

REGIÃO
O volume dos desembolsos do BNDES para empresas do Grande ABC atingiu R$ 344,1 milhões no primeiro trimestre, conforme divulgou o Diário na edição de segunda-feira. O município que mais obteve recursos foi São Bernardo, com quase metade do montante: R$ 164,5 milhões. Embora não tenha sido disponibilizada base de comparação trimestral, durante o ano todo de 2009, foram desembolsados R$ 2,7 bilhões para empresários da região. Na comparação com 2008, houve crescimento de 434% na oferta de recursos, quando foram emprestados R$ 626 milhões.

O número de operações aprovadas também teve destaque nos resultados da região. Para se ter ideia, o primeiro trimestre deste ano registrou 1.665 pedidos. Em 2009 inteiro, foram 4.450, ante 1.102 em 2008; alta de 404%.

Analisando por porte dos empreendimentos, as microempresas do Grande ABC conquistaram volume de recursos 89% menor em 2009 ante 2008, para R$ 86,6 milhões. Entretanto, somente no primeiro trimestre deste ano, foram R$ 44,2 milhões - mais da metade do obtido no ano passado inteiro.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;