Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 1 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Aprovação é acertada em reunião com Dib


Sergio Kapustan
Do Diário do Grande ABC

06/11/2005 | 08:11


O rolo compressor do prefeito de São Bernardo, William Dib (PSB), aprovou este ano todos os 63 projetos enviados à Câmara. Quase 100% das propostas foram aprovadas em caráter de urgência, a toque-de-caixa, na mesma sessão em que foram apresentadas, sem discussão nas comissões permanentes da Casa (sob o comando dos governistas). Em condições normais, o prazo de tramitação é de até 45 dias.

Isso acontece porque Dib tem apoio irrestrito de 17 dos 21 vereadores, ou seja, sem chance de rejeição em plenário. Os aliados de Dib argumentam que as matérias são votadas de acordo com Regimento Interno.

Para votar a matéria direto no plenário, o prefeito pede primeiro ao Legislativo a urgência da tramitação. Depois um vereador da base apresenta requerimento de urgência com onze assinaturas (maioria simples). O presidente da sessão chama então os presidentes de comissão que dão parecer verbal e a matéria é aprovada.

Os governistas negam que os projetos sejam aprovados a toque-de-caixa. Segundo eles, a base se reúne religiosamente às segundas-feiras na Prefeitura e discute com secretários e técnicos as propostas do Executivo que serão pautadas nas sessões, sempre às quartas-feira. Nesse encontro com o prefeito, os parlamentares pedem esclarecimentos e apresentam sugestões, tornando, portanto, segundo eles, desnecessária a discussão no plenário. “Quem deu maioria na Câmara ao prefeito foi a população com o seu voto, e ela é exercida”, justifica o líder do prefeito, Alex Manente (PPS).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Aprovação é acertada em reunião com Dib

Sergio Kapustan
Do Diário do Grande ABC

06/11/2005 | 08:11


O rolo compressor do prefeito de São Bernardo, William Dib (PSB), aprovou este ano todos os 63 projetos enviados à Câmara. Quase 100% das propostas foram aprovadas em caráter de urgência, a toque-de-caixa, na mesma sessão em que foram apresentadas, sem discussão nas comissões permanentes da Casa (sob o comando dos governistas). Em condições normais, o prazo de tramitação é de até 45 dias.

Isso acontece porque Dib tem apoio irrestrito de 17 dos 21 vereadores, ou seja, sem chance de rejeição em plenário. Os aliados de Dib argumentam que as matérias são votadas de acordo com Regimento Interno.

Para votar a matéria direto no plenário, o prefeito pede primeiro ao Legislativo a urgência da tramitação. Depois um vereador da base apresenta requerimento de urgência com onze assinaturas (maioria simples). O presidente da sessão chama então os presidentes de comissão que dão parecer verbal e a matéria é aprovada.

Os governistas negam que os projetos sejam aprovados a toque-de-caixa. Segundo eles, a base se reúne religiosamente às segundas-feiras na Prefeitura e discute com secretários e técnicos as propostas do Executivo que serão pautadas nas sessões, sempre às quartas-feira. Nesse encontro com o prefeito, os parlamentares pedem esclarecimentos e apresentam sugestões, tornando, portanto, segundo eles, desnecessária a discussão no plenário. “Quem deu maioria na Câmara ao prefeito foi a população com o seu voto, e ela é exercida”, justifica o líder do prefeito, Alex Manente (PPS).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;