Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 1 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Produção contemporânea

Desta vez a cidade de São Vicente encaminha à Memória um pacote de publicações...


Ademir Medici

18/07/2015 | 07:00


Desta vez a cidade de São Vicente encaminha à Memória um pacote de publicações: duas revistas de humor e um livro de poesias, este editado em Porto Alegre. Recomendamos.

É em São Vicente que fica a Editora Costelas, produtora de livros artesanais. Os editores Cláudia Brino e Vieira Vivo definem o livro artesanal:

- sem código de barras

- sem ISBN

- sem pagar imposto

- sem encheção de saco.

Ou seja: o conteúdo do que apresentaremos começa já aqui, no lead. Porém...

HUMOR CEGO, de Vieira Vivo. Pelas 49 páginas seguintes são editadas tiradas como estes ditados aditados:

Nunca diga: neste prato não cuspirei.

Primeiro o dever! Já o pagar...

Em política: amigos, amigos... negócios repartem.

ENTRE-TEXTOS 2, de Luiz Otávio Oliani (Porto Alegre: Vidráguas, 2015, 104 p). Obra surgida no Facebook e que ganha formato impresso – o que significa, para sempre. O autor cria e organiza. E abre espaço a gente muito boa: 41 poetas.

Entre eles, Iverson Carneiro, do Rio de Janeiro, que compõe: “A cidade dorme, à noite dorme. Prédios, luzes apagadas, dormem. A cama de hospital, pneumonia, o barulho do trem. De tudo isso, saudade mesmo, só do barulho do trem”.

HUMOR CEGO??!!, de Vieira Vivo (revista nº 0, 2015). Um exemplo de conteúdo está na criação batizada de Estatística:

“As mais recentes pesquisas sobre o consumo de drogas na sociedade têm revelado um gráfico contínuo ascendente. Já o alcoolismo apresenta o mesmo traço, porém, em zigue-zague”.

Contatos: Ed. Costelas Felinas (livros artesanais). cacbvv@gmail.com ; www.movimentoativista.blogspot.com .

Nas Ondas do Rádio

Viagem no Tempo. Internet: www.viagemnotempo.net. Música, notícias e história. Produção e apresentação: Marcelo Lopes Duarte, diretamente do Jardim Alvorada, Santo André.

Estadão FM (92,9).Estadão Acervo. Geraldo Nunes informa:

- Conheça detalhes da vida e obra do grande poeta e escritor Guilherme de Almeida. Ele nasceu em 24-7-1890.

- A história do Yes, que recentemente perdeu um de seus integrantes, Chris Squire, baixista e cofundador do grupo.

- Há 60 anos era inaugurado o primeiro parque do Walt Disney, a Disneylândia famosa.

Hoje e amanhã, às 6h.

Rádio ABC (1570). Causas Nobres. Entrevista ao vivo no estúdio com Valquíria Moraes, presidente do Núcleo de Apoio Pequeno Cidadão, de Vila Vivaldi, São Bernardo. A entidade completou 13 anos no último dia 12. Produção e apresentação: Antonio Dalto. Hoje, às 10h.

Bandeirantes AM (840) e FM (90,9). Memória. Milton Parron informa e comenta a audição:

- A morte de Luiza Ricciardi Lopes, aos 98 anos, mereceu uma pequena nota no Jornal do Brás. Ela era filha de Roque Ricciardi.

- Roque Ricciardi adotou um pseudônimo bem brasileiro porque quando começou a cantar pelas ruas do Brás, era chamado de italianinho, simplesmente mais um imigrante. Ele imaginou que, adotando um nome bem castiço, não o confundiriam mais com um estrangeiro, afinal ele era brasileiríssimo do próprio Brás. Assim ele virou Paraguassú, um dos pioneiros do disco no Brasil, tendo gravado sua primeira música em 1912.

- Foi também o primeiro artista contratado pela primeira emissora de rádio de São Paulo, a Educadora Paulista, em 1923. E o maior intérprete da obra de Catulo da Paixão Cearense.

- Entre 1912 e 1949 gravou sucessos como Perdão Emília, A pequenina Cruz do Teu Rosário, Mágoas, Madalena, Luar do Sertão e Casinha Pequenina.

- No programa, o próprio Paraguassú contará os detalhes da sua vida artística e da São Paulo bucólica da década de dez, quando ele fazia serenatas pelas ruas do bairro onde nasceu, o Brás.
Hoje, às 23h, com reprise amanhã, às 5h.

Missa em italiano

Amanhã, domingo, será celebrada missa no idioma italiano na Basílica Nossa Senhora da Boa Viagem, a Matriz de São Bernardo, às 12h. Depois da missa, no salão paroquial, almoço comunitário, com feijoada: R$ 20 por pessoa.

Diário há 30 anos

Quinta-feira, 18 de julho de 1985 – ano 28, nº 5879

Manchete –Governadores assinam documento de apoio a Sarney (José, presidente da República). É o pacto social e econômico firmado

Santo André & Mauá – Supremo Tribunal Federal decide que o ICM recolhido pela Petroquímica União ficará todo para Santo André, mesmo com a empresa situando-se geograficamente em uma área maior em Mauá.

- Até 1979, o ICM ficava todo para Santo André.

- Desde 1980, 67% do ICM ficava com Mauá e o restante para Santo André.

- Diante da decisão do STF, Santo André preparava ação para cobrar os 67% do ICM que Mauá teria recebido nos últimos cinco anos.

- Evidentemente que a questão não estava resolvida.

São Bernardo – Sacolão ao lado do Paço dará lugar à estação do trólebus.

Italianidade – Alfredo Todesco passa o comando da Sociedade Brasilitalia a Carlo Pega.

Hoje

Dia Nacional do Trovador

Municípios Brasileiros

Aniversariantes de hoje: Ponta Porã (MS), Cristalina (GO) e Fronteira (MG).

Em 18 de julho de...

1915 – Mais um dia de festa em louvor a Nossa Senhora do Carmo, em Santo André (o segundo e último). Houve missa cantada na Matriz, seguida de procissão, quermesse e queima de fogos. Um trem especial com destino à Estação da Luz partiu às 22h30 conduzindo os paulistanos que prestigiaram a festa.

Disputa-se o oitavo jogo da Liga Interna de São Bernardo, com a vitória do Primeiro de Maio sobre o Brasil local por 2 a 1 (5 a 0 para o Primeiro de Maio entre os segundos quadros).

O Primeiro de Maio jogou com Mario (o goleiro capitão), Luiz e Casemiro, Lucio, David e Primo, Silvio Baptista, Bansato, Domingos e Ferrucio.

O Brasil atuou com Paulo, Juca e Osny I, Ferreira, Claudino e Antonico (Antonio Flaquer, capitão), Toledo I, Maciel, Rita, Oscar e Osny II.

Carpinteiros e pintores paulistanos realizam assembleia para tratar de interesses da classe. A reunião estava marcada para o segundo andar do prédio nº 89-A da Rua José Bonifácio, no Centro da Capital.

A guerra. Do noticiário do Estadão: ‘Dez aeroplanos franceses bombardeiam, com êxito, os depósitos alemães de material bélico’.

Barro Paulista

- Nossa Senhora com o Menino Jesus. Século 17. Barro cozido e policromado. Proveniente de Itu.

Imagem faz parte da exposição Barro Paulista: a tradição bandeirante do imaginário em barro cozido. Em cartaz no Museu de Arte Sacra, Capital (Avenida Tiradentes, 676, bairro da Luz). Curador: Dalton Sala.

Santos do Dia

- Adolfo

- Arsênio

- Áurea 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Produção contemporânea

Desta vez a cidade de São Vicente encaminha à Memória um pacote de publicações...

Ademir Medici

18/07/2015 | 07:00


Desta vez a cidade de São Vicente encaminha à Memória um pacote de publicações: duas revistas de humor e um livro de poesias, este editado em Porto Alegre. Recomendamos.

É em São Vicente que fica a Editora Costelas, produtora de livros artesanais. Os editores Cláudia Brino e Vieira Vivo definem o livro artesanal:

- sem código de barras

- sem ISBN

- sem pagar imposto

- sem encheção de saco.

Ou seja: o conteúdo do que apresentaremos começa já aqui, no lead. Porém...

HUMOR CEGO, de Vieira Vivo. Pelas 49 páginas seguintes são editadas tiradas como estes ditados aditados:

Nunca diga: neste prato não cuspirei.

Primeiro o dever! Já o pagar...

Em política: amigos, amigos... negócios repartem.

ENTRE-TEXTOS 2, de Luiz Otávio Oliani (Porto Alegre: Vidráguas, 2015, 104 p). Obra surgida no Facebook e que ganha formato impresso – o que significa, para sempre. O autor cria e organiza. E abre espaço a gente muito boa: 41 poetas.

Entre eles, Iverson Carneiro, do Rio de Janeiro, que compõe: “A cidade dorme, à noite dorme. Prédios, luzes apagadas, dormem. A cama de hospital, pneumonia, o barulho do trem. De tudo isso, saudade mesmo, só do barulho do trem”.

HUMOR CEGO??!!, de Vieira Vivo (revista nº 0, 2015). Um exemplo de conteúdo está na criação batizada de Estatística:

“As mais recentes pesquisas sobre o consumo de drogas na sociedade têm revelado um gráfico contínuo ascendente. Já o alcoolismo apresenta o mesmo traço, porém, em zigue-zague”.

Contatos: Ed. Costelas Felinas (livros artesanais). cacbvv@gmail.com ; www.movimentoativista.blogspot.com .

Nas Ondas do Rádio

Viagem no Tempo. Internet: www.viagemnotempo.net. Música, notícias e história. Produção e apresentação: Marcelo Lopes Duarte, diretamente do Jardim Alvorada, Santo André.

Estadão FM (92,9).Estadão Acervo. Geraldo Nunes informa:

- Conheça detalhes da vida e obra do grande poeta e escritor Guilherme de Almeida. Ele nasceu em 24-7-1890.

- A história do Yes, que recentemente perdeu um de seus integrantes, Chris Squire, baixista e cofundador do grupo.

- Há 60 anos era inaugurado o primeiro parque do Walt Disney, a Disneylândia famosa.

Hoje e amanhã, às 6h.

Rádio ABC (1570). Causas Nobres. Entrevista ao vivo no estúdio com Valquíria Moraes, presidente do Núcleo de Apoio Pequeno Cidadão, de Vila Vivaldi, São Bernardo. A entidade completou 13 anos no último dia 12. Produção e apresentação: Antonio Dalto. Hoje, às 10h.

Bandeirantes AM (840) e FM (90,9). Memória. Milton Parron informa e comenta a audição:

- A morte de Luiza Ricciardi Lopes, aos 98 anos, mereceu uma pequena nota no Jornal do Brás. Ela era filha de Roque Ricciardi.

- Roque Ricciardi adotou um pseudônimo bem brasileiro porque quando começou a cantar pelas ruas do Brás, era chamado de italianinho, simplesmente mais um imigrante. Ele imaginou que, adotando um nome bem castiço, não o confundiriam mais com um estrangeiro, afinal ele era brasileiríssimo do próprio Brás. Assim ele virou Paraguassú, um dos pioneiros do disco no Brasil, tendo gravado sua primeira música em 1912.

- Foi também o primeiro artista contratado pela primeira emissora de rádio de São Paulo, a Educadora Paulista, em 1923. E o maior intérprete da obra de Catulo da Paixão Cearense.

- Entre 1912 e 1949 gravou sucessos como Perdão Emília, A pequenina Cruz do Teu Rosário, Mágoas, Madalena, Luar do Sertão e Casinha Pequenina.

- No programa, o próprio Paraguassú contará os detalhes da sua vida artística e da São Paulo bucólica da década de dez, quando ele fazia serenatas pelas ruas do bairro onde nasceu, o Brás.
Hoje, às 23h, com reprise amanhã, às 5h.

Missa em italiano

Amanhã, domingo, será celebrada missa no idioma italiano na Basílica Nossa Senhora da Boa Viagem, a Matriz de São Bernardo, às 12h. Depois da missa, no salão paroquial, almoço comunitário, com feijoada: R$ 20 por pessoa.

Diário há 30 anos

Quinta-feira, 18 de julho de 1985 – ano 28, nº 5879

Manchete –Governadores assinam documento de apoio a Sarney (José, presidente da República). É o pacto social e econômico firmado

Santo André & Mauá – Supremo Tribunal Federal decide que o ICM recolhido pela Petroquímica União ficará todo para Santo André, mesmo com a empresa situando-se geograficamente em uma área maior em Mauá.

- Até 1979, o ICM ficava todo para Santo André.

- Desde 1980, 67% do ICM ficava com Mauá e o restante para Santo André.

- Diante da decisão do STF, Santo André preparava ação para cobrar os 67% do ICM que Mauá teria recebido nos últimos cinco anos.

- Evidentemente que a questão não estava resolvida.

São Bernardo – Sacolão ao lado do Paço dará lugar à estação do trólebus.

Italianidade – Alfredo Todesco passa o comando da Sociedade Brasilitalia a Carlo Pega.

Hoje

Dia Nacional do Trovador

Municípios Brasileiros

Aniversariantes de hoje: Ponta Porã (MS), Cristalina (GO) e Fronteira (MG).

Em 18 de julho de...

1915 – Mais um dia de festa em louvor a Nossa Senhora do Carmo, em Santo André (o segundo e último). Houve missa cantada na Matriz, seguida de procissão, quermesse e queima de fogos. Um trem especial com destino à Estação da Luz partiu às 22h30 conduzindo os paulistanos que prestigiaram a festa.

Disputa-se o oitavo jogo da Liga Interna de São Bernardo, com a vitória do Primeiro de Maio sobre o Brasil local por 2 a 1 (5 a 0 para o Primeiro de Maio entre os segundos quadros).

O Primeiro de Maio jogou com Mario (o goleiro capitão), Luiz e Casemiro, Lucio, David e Primo, Silvio Baptista, Bansato, Domingos e Ferrucio.

O Brasil atuou com Paulo, Juca e Osny I, Ferreira, Claudino e Antonico (Antonio Flaquer, capitão), Toledo I, Maciel, Rita, Oscar e Osny II.

Carpinteiros e pintores paulistanos realizam assembleia para tratar de interesses da classe. A reunião estava marcada para o segundo andar do prédio nº 89-A da Rua José Bonifácio, no Centro da Capital.

A guerra. Do noticiário do Estadão: ‘Dez aeroplanos franceses bombardeiam, com êxito, os depósitos alemães de material bélico’.

Barro Paulista

- Nossa Senhora com o Menino Jesus. Século 17. Barro cozido e policromado. Proveniente de Itu.

Imagem faz parte da exposição Barro Paulista: a tradição bandeirante do imaginário em barro cozido. Em cartaz no Museu de Arte Sacra, Capital (Avenida Tiradentes, 676, bairro da Luz). Curador: Dalton Sala.

Santos do Dia

- Adolfo

- Arsênio

- Áurea 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;