Fechar
Publicidade

Esportes

Publicado em terça-feira, 15 de novembro de 2011 às 19:55 Histórico

Uruguai bate Itália em Roma e coroa 'ano perfeito'

O Uruguai fechou seu 'ano perfeito', nesta terça-feira, com chave de ouro. No último jogo da seleção uruguaia na temporada, a equipe ignorou as ausências de Forlán e Suárez, seus dois principais jogadores, e venceu a Itália, por 1 a 0, em pleno Estádio Olímpico de Roma. Em outro amistoso desta noite na Europa, a Alemanha fez 3 a 0 na Holanda.

 

A vitória sobre os italianos comprova o bom momento da seleção uruguaia, quarta do ranking da Fifa e quarta colocada na Copa do Mundo do ano passado. Campeão da Copa América em julho, quando encerrou um jejum de 16 anos sem títulos, o Uruguai também lidera com folga as Eliminatórias Sul-Americanas da Copa de 2014, com sete pontos em três jogos.

 

Nesta terça-feira, Oscar Tabarez teve as ausências de Forlán (machucado) e Suárez (poupado), além de ter deixado os titulares Egurén e Coates de início no banco. Loco Abreu, que poderia começar jogando no ataque, nem foi à Itália, uma vez que pediu para reforçar o Botafogo na reta final do Brasileirão.

 

Mas, do outro lado, a Itália tinha um problema tão grande quanto. Cassano e Rossi, dupla titular da equipe, está afastada por questões físicas - o primeiro tem problema cardíaco, o segundo operou o joelho - e não volta ao time antes de seis meses. No primeiro jogo sem eles, o técnico Cesare Prandelli escalou a seleção com Balotelli e Osvaldo, mas a dupla não funcionou, pecando demais nas finalizações.

 

O panorama do jogo também não ajudou os italianos. Logo com 2 minutos de bola rolando, Fernandez recebeu cruzamento rasteiro vindo da direita e, da marca do pênalti, bateu sem defesas para Buffon. Com consistência defensiva e perigoso no contra-ataque, o Uruguai segurou o 1 a 0 até o fim.

 

ALEMANHA VENCE - Outra seleção que coroou um ano perfeito nesta terça-feira foi a Alemanha. Jogando em Hamburgo, não tomou conhecimento da Holanda, vice-campeã mundial, e venceu por 3 a 0, com uma atuação convincente. Além de ter terminado as Eliminatórias com uma campanha 100%, a seleção alemã foi bem nos amistosos que fez contra equipes de expressão: venceu também Brasil e Uruguai, empatou com a Itália e com os países que vão sediar a Eurocopa: Polônia e Ucrânia, ambos fora de casa. A única derrota no ano foi para a Austrália, num amistoso.

 

Já a Holanda, que manteve os 100% de aproveitamento nas Eliminatórias até a última rodada, quando entrou em campo classificada e perdeu para a Suécia, fora de casa, segue sem convencer em amistosos. Neste ano, empatou com Brasil, Uruguai e Suíça e só venceu a Turquia.

 

Nesta terça, a Holanda saiu perdendo para a Alemanha com um gol logo aos 15 minutos. Klose recebeu na área e tocou para Muller marcar, de primeira. Em seguida, aos 26, o artilheiro da Lazio deixou o seu, completando cruzamento de Özil.

 

No segundo tempo, Klose devolveu a assistência. Após bela troca de passes, o centroavante recebeu de Özil na cara do goleiro, mas preferiu rolar para o jogador do Real Madrid empurrar a bola para o fundo das redes.



Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC