Publicado em terça-feira, 15 de novembro de 2011 às 19:55

Uruguai bate Itália em Roma e coroa 'ano perfeito'

O Uruguai fechou seu 'ano perfeito', nesta terça-feira, com chave de ouro. No último jogo da seleção uruguaia na temporada, a equipe ignorou as ausências de Forlán e Suárez, seus dois principais jogadores, e venceu a Itália, por 1 a 0, em pleno Estádio Olímpico de Roma. Em outro amistoso desta noite na Europa, a Alemanha fez 3 a 0 na Holanda.

 

A vitória sobre os italianos comprova o bom momento da seleção uruguaia, quarta do ranking da Fifa e quarta colocada na Copa do Mundo do ano passado. Campeão da Copa América em julho, quando encerrou um jejum de 16 anos sem títulos, o Uruguai também lidera com folga as Eliminatórias Sul-Americanas da Copa de 2014, com sete pontos em três jogos.

 

Nesta terça-feira, Oscar Tabarez teve as ausências de Forlán (machucado) e Suárez (poupado), além de ter deixado os titulares Egurén e Coates de início no banco. Loco Abreu, que poderia começar jogando no ataque, nem foi à Itália, uma vez que pediu para reforçar o Botafogo na reta final do Brasileirão.

 

Mas, do outro lado, a Itália tinha um problema tão grande quanto. Cassano e Rossi, dupla titular da equipe, está afastada por questões físicas - o primeiro tem problema cardíaco, o segundo operou o joelho - e não volta ao time antes de seis meses. No primeiro jogo sem eles, o técnico Cesare Prandelli escalou a seleção com Balotelli e Osvaldo, mas a dupla não funcionou, pecando demais nas finalizações.

 

O panorama do jogo também não ajudou os italianos. Logo com 2 minutos de bola rolando, Fernandez recebeu cruzamento rasteiro vindo da direita e, da marca do pênalti, bateu sem defesas para Buffon. Com consistência defensiva e perigoso no contra-ataque, o Uruguai segurou o 1 a 0 até o fim.

 

ALEMANHA VENCE - Outra seleção que coroou um ano perfeito nesta terça-feira foi a Alemanha. Jogando em Hamburgo, não tomou conhecimento da Holanda, vice-campeã mundial, e venceu por 3 a 0, com uma atuação convincente. Além de ter terminado as Eliminatórias com uma campanha 100%, a seleção alemã foi bem nos amistosos que fez contra equipes de expressão: venceu também Brasil e Uruguai, empatou com a Itália e com os países que vão sediar a Eurocopa: Polônia e Ucrânia, ambos fora de casa. A única derrota no ano foi para a Austrália, num amistoso.

 

Já a Holanda, que manteve os 100% de aproveitamento nas Eliminatórias até a última rodada, quando entrou em campo classificada e perdeu para a Suécia, fora de casa, segue sem convencer em amistosos. Neste ano, empatou com Brasil, Uruguai e Suíça e só venceu a Turquia.

 

Nesta terça, a Holanda saiu perdendo para a Alemanha com um gol logo aos 15 minutos. Klose recebeu na área e tocou para Muller marcar, de primeira. Em seguida, aos 26, o artilheiro da Lazio deixou o seu, completando cruzamento de Özil.

 

No segundo tempo, Klose devolveu a assistência. Após bela troca de passes, o centroavante recebeu de Özil na cara do goleiro, mas preferiu rolar para o jogador do Real Madrid empurrar a bola para o fundo das redes.



Veja Também

Tags

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Revista Playboy Revista Sexy Palmeiras Corinthians São Paulo Santos Santo André São Bernardo São Caetano Diadema Ribeirão Pires Mauá Rio Grande da Serra Grande ABC Ronan Maria Pinto

Action 'Detalhe :: Index', Execute: 0,049s, Render: 0,046s.