Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 26 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Networking: grande capital pessoal

Considere as pessoas que trabalham com você, suas competências serão percebidas


Cíntia Bortotto

12/02/2018 | 22:32


Você certamente já sabe o significado do networking na sua vida. Sim, seu bom relacionamento pode ajudar e muito a sua carreira, tanto no que diz respeito a encontrar um novo emprego quanto a melhorar o trabalho em que você já está.

Buscar bons relacionamentos com colegas, superiores e subordinados pode ajudá-lo, pois, certamente, você terá mais informações e, eventualmente, mais oportunidades. Mas, afinal, como fazer para que as pessoas saibam o que você faz e conheçam suas competências?

Primeiro, pense nas pessoas que não trabalham com você. Em oportunidades, eventos, encontros e até nas redes sociais fale sobre seus interesses, seus feitos e desejos profissionais futuros. Mostre seus resultados entregues, sem petulância, mas demonstrando por meio de números os seus feitos.

Segundo, considere as pessoas que trabalham com você. Suas competências serão percebidas. Você pode fomentar isso por meio de objetividade e boa comunicação.

Terceiro, vamos falar da companhia, a organização onde você trabalha. Para que você tenha exposição na organização e demonstre que é competente, é preciso ocupar alguns espaços. E quais seriam? Projetos que tenham visibilidade, ou pelo investimento envolvido, ou pela magnitude, escopo, inovação. Busque envolvimento em projetos grandes, multiculturais, internacionais, com grande carga inovadora para o negócio.

E não pense nunca em diminuir alguém em sua rede de relacionamentos. Costumo dizer que o estagiário de hoje pode ser seu chefe amanhã, portanto, respeito e bom relacionamento não têm de ser maior ou menor de acordo com a hierarquia. Ter bom relacionamento em todos os níveis faz com que você tenha uma imagem melhor.

Busque criar vínculos, sendo sincero e demonstrando quem você é. Isso ajuda o outro também se abrir. Daí, virão processos de identificação e, depois disso, mais vontade de compartilhar e, enfim, vínculo formado. Não é algo que você possa controlar totalmente, até porque é um processo que ocorre naturalmente, mas que ajuda na aproximação. Aconselho que você não faça isso com todos ao mesmo tempo, dedique-se às relações eleitas. Para você conhecer e se deixar conhecer é preciso tempo e conversas, por isso, tentar fazer isso com todos ao mesmo tempo provavelmente favorecerá relações rasas.

Outro ponto que ajuda na melhoria de sua rede de relacionamentos é a simpatia. As pessoas tendem a se aproximar de quem é simpático, o que inclui o sorriso. Dá mais vontade de conversar com quem sorri. O sorriso e a boa educação chamam pessoas para conversas, para cafezinho, ou até paradinha na mesa de trabalho do colega, mesmo com um dia corrido. Portanto, pense: você sorri? Tem se mostrado aberto a receber as pessoas, dedica tempo do seu dia para conversar com os outros? Essas são perguntas que ajudam a diagnosticar o quanto você tem fomentado seu capital de relacionamento.

Siga confiante e boa sorte! 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados