Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 13 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8338

Simulado de acidente envolve moradores

André Henriques/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

População de bairro de Rio Grande da Serra participa de exercício com vazamento de gás


Ana Beatriz Moço

06/12/2017 | 07:00


Com o objetivo de preservar a segurança da população e avaliar a equipe de brigadistas no atendimento a situações de emergências externas, a Braskem realizou na manhã de ontem treinamento coletivo de segurança no bairro Jardim Encantado, em Rio Grande da Serra. A ação simulou combate a um vazamento de produto químico, com vítima, causado após ato de vandalismo em um trecho do etenoduto localizado na região, além de simular exercício para evacuar moradores do entorno.

O duto leva a matéria-prima eteno da unidade da Braskem no Polo Petroquímico do Grande ABC para a Baixada Santista, e tem 55 quilômetros de extensão. A ação contou com a colaboração do Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Samu, Polícia Militar e Cruz Vermelha.

“O objetivo foi treinar a equipe, além da atuação das demais instituições envolvidas, tanto no combate quanto na retirada dos moradores da área afetada”, explicou Luiz Claudio Sarno, engenheiro da área de Saúde, Segurança e Meio Ambiente e especialista em emergências da Braskem.

Cerca de 50 pessoas estiveram envolvidas na simulação, que durou aproximadamente duas horas. De acordo com Sarno, não se trata de treinar a população só para essa situação, mas deixá-la pronta para qualquer emergência. “Para nós é de extrema importância ter essa proximidade com os moradores. Queremos levar os líderes comunitários para conhecerem nossa unidade e todo o processo. Esperamos que nunca seja necessário, mas caso haja um acidente, sabemos quem procurar.”

Essa é a terceira simulação que a empresa realiza, porém, a primeira que envolve moradores de uma comunidade. “Escolhemos esse bairro por ser relativamente pequeno e por ser um ponto onde dois dutos se cruzam, ou seja, um local de incidência. Mas vamos realizar essas ações em outros pontos estratégicos que tenham passagem de nossos produtos.”

O presidente da Associação de Morados do bairro, Altair Ventura da Silva, 50 anos, disse que a comunidade se envolveu e participou de toda a simulação. “Foi maravilhoso. A organização e preocupação deles é de outro mundo. Acredito que todas as empresas deveriam realizar ações assim.”



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados