Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 12 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Experimentos com a natureza

PSA/Divulgação  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Casa do Olhar, em Santo André, recebe exposição da artista plástica Edvania Rêgo


Vinícius Castelli

04/12/2017 | 07:00


 Enquanto muita gente passa sem notar os detalhes do cotidiano, como folhas e gravetos pelo chão, tão comuns nas ruas das cidades, a artista plástica andreense Edvania Rêgo coloca olhar bem atento a esses elementos que vêm da natureza e mergulha na arte para desenvolver os trabalhos que ilustram sua nova exposição, Natureza Impressa, que está em cartaz na Casa do Olhar (Rua Campos Sales, 414), em Santo André.

A mostra, que tem curadoria de Valdo Rechelo, marca os 25 anos de carreira da artista e é ilustrada por cerca de dez obras – algumas formadas por diversas peças –, que exploram formas e texturas a partir de elementos da natureza. “Tem linóleo gravura, cerâmica e pintura adesivada”, conta Edvania. Além de resgatar sua história, ela apresenta ainda trabalhos inéditos na exposição.

A artista usa a natureza como ponto de partida para criar. Ela pega uma folha aqui, outra ali, experimenta e cria novas possibilidades de trabalho. “Essas linhas, os desenhos das folhas e a delicadeza. Cada elemento acaba sendo de um jeito. Às vezes, pego um graveto que ninguém nem olha na rua, imprimo e saem efeitos maravilhosos”, diz.

Entre seus trabalhos, ela destaca uma técnica que vem estudando e praticando de impressão em gelatina, que é a transparência, parecida com a técnica da aquarela, em que sobreposições de imagens revelam trabalho delicado. “Faço gelatina incolor concentrada que forma uma camada muito fina, passo tinta de gravura e, em cima, uso materiais naturais, como folhas. As cores vão se sobrepondo”, explica ela.

Outra técnica que a artista usa é impressão botânica, que significa a impressão de elementos naturais em diferentes papéis ou tecidos, a partir de processo de vaporização das folhas e flores. “Molho o papel e as plantas e vaporizo. É como se fosse um banho-maria. A cor que sai no papel é imprevisível e isso depende de série de fatores”, explica Edvania.

Todos os trabalhos expostos podem ser comprados. A mostra, com entrada gratuita, fica em cartaz até 20 de janeiro e pode ser apreciada de terça a sexta-feira, das 10h às 17h, e aos sábados, das 10h às 15h. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone da Casa do Olhar 4992-7730.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados