Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 11 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Todos pela Educação


Do Diário do Grande ABC

20/11/2017 | 10:49


Outubro é mês de muitas comemorações para grande parte dos brasileiros: dia da padroeira do Brasil, mês das crianças, dos professores e do servidor público. Para nós, são-caetanenses, tivemos ainda as comemorações da autonomia da cidade, que completou 69 anos, agora em 2017. Ao findar outubro, sinto-me especialmente motivado, pois consegui reunir e comemorar meus principais combustíveis: fé, gratidão, reconhecimento e esperança.

 De todos os eventos, este Dia dos Professores foi um dos mais especiais, pois tive o privilégio de cumprimentar os meus mestres, já que voltei à cadeira de estudante ao iniciar mestrado em Educação na USCS (Universidade Municipal de São Caetano). Confesso que de todas minhas profissões, a de professor é a que mais me orgulha pelo caráter esperançoso que ela nos oferece.

 Nossa cidade é referência, parte pela verba destinada que ultrapassa a média nacional, parte pelo histórico de bons gestores que a tiveram com prioridade; o prefeito Braido foi grande visionário, investindo em infraestrutura e merenda. O Tortorello entendeu a importância da entrega do kit escolar de qualidade. Já o Auricchio municipalizou as escolas, investiu em tecnologia e capacitação, além da valorização da classe por meio do abono e a sensibilidade da entrega de uniformes para toda a rede municipal.

 Os resultados positivos são visíveis. A partir dos dados da Avaliação Nacional de Alfabetização, São Caetano desponta com os melhores índices do Grande ABC nos quesitos leitura e Matemática, por exemplo. Mas esta não é a realidade regional, muito menos a do País. A pesquisa revelou que mesmo aqui, uma das regiões mais ricas do Brasil, ainda há muitas crianças vizinhas a nós que terminam o 3º ano do Ensino Fundamental sem saber ler, escrever e contar.

 Mesmo no conforto de nossos atuais índices, devemos e podemos almejar mais. Entendo que governo moderno deva investir boa parte de sua energia e recursos em tecnologia e capital intelectual. Nossa cidade não tem mais espaço físico para crescer, portanto, para continuar se desenvolvendo será preciso força-tarefa do gestor e de todas as Pastas para estimular a Educação ao máximo, do berçário ao Ensino Superior.

 Só conseguiremos fortalecer a Educação, realmente, quando todas as Pastas a tiverem como eixo central. A Secretaria de Saúde é corresponsável pelo bom desempenho de uma criança na escola; se ela está enxergando bem, se alimentando corretamente, em dia com as vacinas. Estou certo de que somos um celeiro de talentos e quando a Educação for o eixo central teremos muitos outros motivos para comemorar não só em outubro, mas durante gerações.

 Pio Mielo é professor, vereador pelo PMDB e presidente da Câmara de São Caetano.   

Palavra do leitor

Caráter
Em relação à comemoração da proclamação da República (15 de novembro), oferecer solução monárquica a nosso País nos dias atuais, onde hipotecaríamos eternamente nossa liberdade de decidir o próprio destino ao DNA de uma única família, seria sem dúvida a maneira mais covarde e irresponsável de se eximir do direito que a tão contestada democracia nos concede de participar das decisões governamentais que afetarão nossas famílias e todos nossos descendentes. A história nos mostra apenas as raízes de nossa árvore de Nação. Para curá-la de seus males, não adianta cortar as raízes, o que destruiria toda nossa árvore em cruel retrocesso. O que falta é profunda reforma de caráter a ser iniciada nos conceitos educacionais sociais e políticos que oferecemos a nossas crianças e jovens, e que culmine na extirpação irreversível da desonestidade na ação dos eleitos para cargos legislativos, executivos e judiciários.
Ruben J. Moreira
São Caetano

Sincronização
Muito louvável a viagem para Milão do prefeito e presidente do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, senhor Orlando Morando. Troca de experiências são sempre benéficas, porém, gostaria de humildemente dizer que não é preciso ir tão longe para aprender a fazer sincronização dos sinais semafóricos nas cidades, pois hoje existem softwares nacionais e profissionais competentes para realizar tal tarefa. Não precisamos reinventar a roda. Cadê o apoio acadêmico das universidades de tecnologia, que podem e devem contribuir para o desenvolvimento das cidades? A Universidade Federal do ABC, entre outras, desenvolvem o que? Só protótipo de carro e robozinho? Só querem verbas e mais verbas? A região não precisa ter sete secretarias de trânsito. Poderia montar uma estrutura regionalizada, com despesas custeadas pelas cidades, com profissionais treinados e tecnologia avançada. Não custa sonhar e ter esperança.
Ailton Gomes
Ribeirão Pires

Ilusões perdidas
Imperdíveis, entre outras, as colunas Palavra do Leitor e Brickmann. Interessantes a defesa do Império, por José Mário Casa (edição de 15/11/2017), e Tudo Será como Dantes, de Carlos Brichmann (Política, dia 15), provocando a democracia de Ruben Moreira (Artigo, dia 18). Excelentes e bem defendidas suas posições, fico com Brickmann. É, tudo não passa de Ilusões Perdidas, como na Comédia Humana, de Balzac. Desde que dom Pedro I se casou com a colônia e abandonou a casa paterna portuguesa para ter sua casa própria... Depois veio Deodoro, vencendo seu rival, com o rótulo de República. Seguiu-se Getulio, com o Estado Novo. E a Assembleia Constituinte de 1946. E o marechal Dutra, inaugurando nosso único período aparentemente democrático, tão democrático que terminou com Jango tolerando a guerrilha e os abusos dos iludidos e treinados pelo comunismo, seguidores de Fidel Castro, de quem fomos salvos pelo inatacável marechal Humberto de Alencar Castelo Branco. Infelizmente, recaímos em mãos como as do general Geisel, de Sarney e de Collor, para nossa desgraca. E, como prevê Brickmann, tudo continua e continuará como dantes.
Nevino Antonio Rocco
São Bernardo

Quando o legal é imoral
Os recentes episódios protagonizados pela Câmara Federal no caso Temer e o da Assembleia carioca, que revogou a prisão dos três deputados acusados pelos crimes de corrupção, associação criminosa, lavagem de dinheiro e evasão de divisas, nos remete a uma dúvida: não deveria haver uma relação simbiótica entre legalidade e moralidade?
Vanderlei A. Retondo
Santo André

Política
Tem um ditado que diz que excesso de justiça acaba fazendo injustiça, e que infelizmente é o que acontece no Brasil. Portanto, chegou a hora, e sem demagogias, para que as Forças Armadas tomem uma atitude em defesa do povo brasileiro, que está refém de tantas injustiças, insegurança, corrupção, que estão levando a Nação a ser motivo de chacota perante o mundo. Vamos nos unir e clamar por dignidade, competência, moral e respeito acima de tudo.
Sérgio Antônio Ambrósio
Mauá

Urnas fraudulentas
Até quando teremos que ficar apenas observando as manipulações das urnas eletrônicas pela atual corja de políticos corruptos que não querem perder a sua boquinha de desviar o dinheiro público, mesmo sabendo que estão arruinando a economia nacional, e com a falta de recursos públicos causando até mortes entre a população pobre, necessitada e sem a devida assistência? E os três Poderes, por que se calam? Afinal, se o nosso Poder Judiciário é o mais bem pago do mundo, por que não presta um serviço à altura de suas regalias injustas, pagas pelos contribuintes?
Benone Augusto de Paiva
Capital

Falta de assunto?
Manchete de um periódico semanal adverte: ''Cuidado, ele pode ser presidente’, se referindo a Jair Bolsonaro. Ora, ele certamente não é mais perigoso do que aqueles que estiveram na Presidência recentemente, mais perigoso que o atual mandatário, nem tampouco mais assustador do aqueles que estão se apresentando para concorrer ao pleito 2018. Fala sério!
Maria Elisa Amaral
Capital



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados