Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 13 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Sidão quer ditar as regras em S.Caetano


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

15/11/2017 | 07:00


O vereador Sidão da Padaria (PSB), de São Caetano, protocolou projeto de lei para limitar em 0,5% da receita o valor que a Prefeitura pode despender com publicidade e propaganda das ações do Paço. Na justificativa, apesar de enaltecer o trabalho de veiculação dos trabalhos do Executivo, Sidão afirma que a medida visa impedir que os gastos “se sobreponham a outros programas e projetos de maior relevância”. Na prática, Sidão tenta determinar como o governo tem de investir a arrecadação, o que torna o projeto do socialista inconstitucional, uma vez que um vereador não tem poder constitucional de legislar em cima de ações do Executivo. E, por ser inconstitucional, recebeu parecer negativo de comissões da Casa e foi arquivado.

BASTIDORES

Encontro
Vereadores do PMDB de São Caetano, Suely Nogueira e o presidente da Casa, Pio Mielo, se reuniram ontem com o presidente da Fiesp e pré-candidato do PMDB ao governo do Estado, Paulo Skaf. Ambos foram agradecer recentes investimentos da entidade na cidade. Porém, ouviram do dirigente que o PMDB tem planos políticos para eles: Pio Mielo poderia vir como suplente na chapa ao Senado encabeçada por Marta Suplicy, enquanto Suely seria candidata a deputada – estadual ou federal – da legenda em toda a região.

Quer voltar – 1
Ex-secretário de Gestão Ambiental de São Bernardo e vereador licenciado da cidade, Mario de Abreu (PSDB) mandou emissário para conversar com os demais colegas da Casa dizendo que pretende reassumir a cadeira no Legislativo. Ele está de licença até o dia 15 porque foi alvo de operação, no dia 31 de outubro, do Ministério Público e da Polícia Civil por suposta cobrança de propina dentro da secretaria que ele administrava.

Quer voltar – 2
A base de sustentação não se reuniu formalmente para avaliar a situação de Mario de Abreu, mas, em conversas paralelas, vereadores admitem que o retorno dele à Câmara de São Bernardo é bastante complicado. O prefeito Orlando Morando (PSDB), que exonerou Mario assim que estourou o caso, já avisou que não quer ver Mario pela frente – quiçá em reuniões do bloco governista na Casa. Morando determinou até que apagassem imagens de Mario de seus perfis nas redes sociais.

Presença
Presidente nacional do PT, a senadora paranaense Gleisi Hoffmann confirmou presença na atividade que o partido vai organizar no sábado, em Diadema, para relembrar os 35 anos da primeira vitória do petismo em uma eleição, quando Gilson Menezes se elegeu prefeito diademense em 1982. O evento foi transferido de lugar: antes marcado para a subsede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, no bairro Piraporinha, a atividade terá início na Praça da Moça, no Centro.

Recurso rejeitado

Com contrato rompido por irregularidades, segundo a Prefeitura de São Caetano, a GreenLine viu rejeitado seu recurso contra a decisão do Paço de encerrar o acordo para oferta de plano de saúde ao funcionalismo do Executivo, do Legislativo e de autarquias. O prefeito José Auricchio Júnior (PSDB) tenta até o fim deste ano contratar nova empresa para prestação desse serviço.

Apoio a Eli Corrêa
O prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV), falou para aliados que não haverá problemas em o governo apoiar a candidatura à reeleição do deputado federal Eli Corrêa Filho (DEM). As frases têm causado preocupação no núcleo de apoio do deputado federal Alex Manente (PPS), que acreditava ser possível ser o postulante exclusivo da administração em 2018. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados