Fechar
Publicidade

Cultura & Lazer

Publicado em sábado, 17 de setembro de 2011 às 07:40 Histórico

Arte postal em tempos de e-mail

Em época de comunicação rápida via internet, quando quase não se escreve ou recebe cartas, a Livraria Alpharrabio, em Santo André, segue o contrafluxo. O espaço cultural, que soma 19 anos, é sede para a exposição coletiva 'Arte Postal - Os Livros', que terá abertura hoje, às 10h.

Idealizada pela artista Constança Lucas, a mostra valoriza a arte da epistolografia, meio de expressão livre que sempre se faz único e pessoal, enquanto apresenta 582 postais, que foram enviados por 289 criadores de 20 países como Rússia, França e Estados Unidos, além - é claro - Brasil.

Em resposta à convocação virtual, aberta de janeiro a julho, chegaram trabalhos que carregam elementos diversos como a mensagem em letra cursiva, o carimbo dos Correios e a marca do corpo, além de colagens, desenhos, fotografias e outras técnicas que permitem a expressão da sensibilidade.

Já publicadas na internet (www.artepostaloslivros.blogspot.com), todas as obras têm o livro como tema, que foi trabalhado sob diferentes olhares: como imagem e representação, objeto de conhecimento, prazer lúdico e estético.

Duas escolas brasileiras, uma de Santo André e outra do Estado do Paraná, também aderiram ao projeto. São participações coletivas que refletem o esforço dos professores em introduzir no cotidiano escolar a correspondência com valor artístico enquanto se estimula novos diálogos.

Em março, a exposição Arte Postal - Os Livros terá outra montagem. A mostra seguirá para a Galeria Gravura Brasileira, em São Paulo.

HISTÓRIA
Correspondências feitas entre artistas plásticos durante os anos 1960 originaram a chamada arte postal (mail art, em inglês). Ray Johnson criou no período a Escola de Arte por Correspondência (Correspondance Art School), em Nova York, nos Estados Unidos.

Essa forma de expressão da arte contemporânea se baseava no envio de mensagens criativas por meio dos Correios. Eram comuns protestos e denúncias a conflitos como a Guerra Fria.

A arte postal chegou ao Brasil durante a ditadura militar. Em 1975, o artista pernambucano Paulo Bruscky foi um dos organizadores da 1ª Exposição Internacional de Arte Postal. Essa mostra, sediada no Recife, foi fechada pela censura.

Na década de 1980, essa arte perdeu potência sobretudo junto aos artistas que a utilizavam como forma de protesto. Na década de 1990, porém, estabeleceu diálogo com novas mídias e encontrou lugar privilegiado na internet para fazer diferentes experimentações.

Arte Postal - Os Livros Exposição. Abre hoje, às 10h. Na Livraria Alpharrabio - Rua Eduardo Monteiro, 151, Santo André. Tel.: 4438-4358. Visitação: de segunda a sexta-feira, das 13h às 19h, e aos sábados, das 9h30 às 13h. Grátis. Até 15 de outubro.



Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC