Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 21 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8338

Avaliação escolar com tablets prevê sustentabilidade

Denis Maciel/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Ação reduz gasto com folha sulfite e incentiva alunos a preservar o Meio Ambiente


Bia Moço
Especial para o Diário

18/07/2017 | 07:00


A Secretaria de Educação de São Caetano decidiu utilizar uma ferramenta moderna como medida para reforçar ações de sustentabilidade no município. Pela primeira vez, alunos dos ensinos Fundamental e Médio da Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Oscar Niemeyer realizaram exame de avaliação do segundo trimestre utilizando tablets. O objetivo é reduzir o consumo de papel e buscar uma escola mais sustentável. Os testes foram aplicados na última semana de aula e renderam bons resultados.

Segundo professores, o uso do equipamento tornou o processo de correção mais ágil e eficiente. Além disso, criou a possibilidade de ampliação e de redução dos textos e imagens, facilitando a compreensão das questões.

Somente com esse teste, a escola conseguiu economizar 7.593 folhas de sulfite. Os alunos aprovam a iniciativa e relatam que a conscientização sobre a importância da proteção ao Meio Ambiente tem feito parte do cotiado deles.

Para Stephanie Marley, 17 anos, fazer prova com o equipamento foi menos cansativo. “Acredito que essa proposta foi muito interessante, pois além de ajudar ao Meio Ambiente, aproximou e incluiu todas as faixas etárias por meio tecnológico”, conta.

O sistema também pode oferecer oportunidade a alunos de inclusão a participarem do processo. A assistente de direção Mariza Lima Gonçalves explica que a iniciativa também ajudou a melhorar a autoestima do grupo, além de animar os demais alunos. “A Educação precisa se modernizar. A gente precisa trazer para a escola o que está na casa do aluno”, disse Mariza.

Segundo a secretária de Educação do município, Janice Paulino César, as escolas de São Caetano têm tablets, e o projeto está se abrindo a todos os alunos. Essa foi a primeira instituição a utilizar o método. “Os alunos têm muito mais interesse e envolvimento com os recursos tecnológicos, além de que as instituições já vão os preparando e habituando às tendências do mundo cada vez mais digital”, explica.

Os testes foram realizados por meio de parceria com o Google. “Estamos intensificando esse convênio para aproveitar melhor os recursos e ferramentas oferecidos pela empresa. Tudo sem custo para o município. Mas vale lembrar que as escolas não vão abandonar os sistemas convencionais”, acrescenta a secretária.

O coordenador do Ensino Fundamental, Edgar Casado, ficou satisfeito com a ideia, que resultou em elogios para escola. “Os alunos adoraram, foi muito bom. Além disso, tivemos o retorno positivo dos pais”, contou.

A escola tinha 220 tablets sem uso, dessa forma funcionários pensaram em utilizar o equipamento de forma educativa. Os professores Cláudio Frederico Júnior e Armando Pereira, que também é coordenador do Ensino Médio, comemoraram os resultados obtidos com o uso da tecnologia, iniciados como teste.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados