Fechar
Publicidade

Cena Politica

Publicado em terça-feira, 25 de abril de 2017 às 07:00 Histórico

Lauro na encruzilhada entre CAD e Netuno

A vida do prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV), não anda fácil. Diria uma encruzilhada. Primeiramente, o verde se elegeu com ajuda do Água Santa, hoje na Série A-2 do Paulista. Depois de desentendimentos com a cúpula do clube, que pleiteava mais espaço no governo, ele abriu as portas para o rival CAD (Clube Atlético Diadema), na 2ª Divisão do Estadual. Ficou sem maioria na Câmara. Para tentar reverter cenário desfavorável, buscou reaproximação com o Netuno. Liberou, inclusive, alvará do Estádio do Inamar. No sábado, o jogo marcado para CAD e Primavera, de Indaiatuba, foi barrado. O distrital estava fechado. O árbitro jogou a responsabilidade da situação ao Água Santa, que possui a concessão do estádio. Pegou mal para o CAD. Talvez por causa do afastamento da Prefeitura, Lauro tenha se esquecido da briga.

Alvo da Justiça
Foco de investigação da Polícia Federal, o projeto do Museu do Trabalho e do Trabalhador, em São Bernardo, idealizado pelo governo Luiz Marinho (PT), está paralisado desde dezembro. Operação, à época, apontou desvio de recursos de R$ 7,9 milhões na construção do equipamento. O MPF (Ministério Público Federal) suspendeu qualquer atividade relacionada ao contrato, como repasses e transferências. O atual prefeito Orlando Morando (PSDB) fará vistoria hoje no local. O tucano pretende transformar o espaço em Fábrica de Cultura, em parceria com o governo do Estado.

CPI da Eletropaulo
Objeto de CPI no Legislativo de São Bernardo, o serviço prestado pela AES Eletropaulo na cidade está em xeque. Mas, questionada sobre o imbróglio, a companhia evitou entrar em conflito sobre o episódio embaraçoso. Alegou que está “à disposição da Câmara” e cita que “até o momento não foi convidada a prestar esclarecimentos”. A primeira reunião do bloco será na semana que vem.

Fala, companheiro
Ao contrário do que o vereador Companheiro Sérgio (PPS), de Diadema, alegou na semana passada, de que teria entregue a indicação do correligionário Boquinha como representante da CPI da Contex, o documento apenas aparece formalizado ontem na presidência da Casa. A instauração do bloco dependia deste passo para oficializar a abertura e início dos trabalhos.

Briga: ‘A Praça é Nossa’
O projeto de criação de praça na faixa dos dutos da Petrobras na Rua Camilo Castelo Branco, no Sacadura Cabral, tem provocado briga na base do governo Paulo Serra (PSDB) pela autoria. Filho do vice-prefeito, Lucas Zacarias (PTB) direcionou carros de som na região. Fábio Lopes (PPS) tem batido nesta tecla. Nota do Paço relata vistoria do tucano ontem ao local, citando que Lopes intermediou a aproximação entre a Prefeitura e a Petrobras.

Briga: ‘A Praça é Nossa’
O projeto de criação de praça na faixa dos dutos da Petrobras na Rua Camilo Castelo Branco, no Sacadura Cabral, tem provocado briga na base do governo Paulo Serra (PSDB) pela autoria. Filho do vice-prefeito, Lucas Zacarias (PTB) direcionou carros de som na região. Fábio Lopes (PPS) tem batido nesta tecla. Nota do Paço relata vistoria do tucano ontem ao local, citando que Lopes intermediou a aproximação entre a Prefeitura e a Petrobras.

Título de eleitor
O eleitor que não votou e não justificou a ausência nas três últimas eleições ou não pagou as multas correspondentes deve regularizar a situação junto à Justiça Eleitoral até dia 2. Após este prazo, essas pessoas correm o risco de ter o título cancelado. Segundo o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), cerca de 1,8 milhão de cadastros estão irregulares. Em São Paulo, esse número chega a 118,8 mil eleitores.

Conselho de ética
Presidente do PEN de São Caetano, o ex-vereador Gilberto Costa tem expressado abertamente sua irritação com o parlamentar governista e correligionário Caio Funaki, que tem batido de frente. O dirigente quer independência e convocou reunião extraordinária para dia 3. Na pauta, criação de conselho de ética municipal. O que já tinha azedado pode ainda piorar. 



Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC