Fechar
Publicidade

Turismo

Publicado em quinta-feira, 13 de abril de 2017 às 07:00 Histórico

Didi faz as malas de novo

Divulgação  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

 >Quem gosta de viajar também curte um bom programa de viagem. Seja pelas belas imagens que instigam ou dicas valiosas do que fazer no local, as atrações servem como um verdadeiro ‘esquenta’ para quem pretende conhecer determinado destino. E Didi Wagner é especialista no assunto. Há anos, a apresentadora viaja o mundo com a missão de trazer o melhor de cada canto ao telespectador.

À frente do Lugar Incomum há uma década, ela sabe que ainda tem muito a explorar pelo mundo afora. Desta vez, a loira se aventurou na Nova Zelândia. A temporada sobre o país estreia na segunda-feira, às 18h30, no canal pago Multishow. Depois da estreia, será transmitido às segundas, sempre no mesmo horário.

Entre os roteiros executados com sucesso por Didi e que estão nos oito novos capítulos da atração, está a jornada em caverna com 15 metros de profundidade. Ela também conheceu a prática de cricket, segundo esporte mais popular local, e, claro, fez o famoso bungee jumping na cidade Queenstown, experiência mais marcante para ela. “A sensação de se jogar no vazio é muito estranha e libertadora ao mesmo tempo. Saltei duas vezes seguidas”, relembra. Uma das coisas que mais chamaram a atenção da apresentadora, que estreou na Oceania, é o fato de que a Nova Zelândia tem consciência ecológica e identidade cultural fortes.

Fez parte do roteiro também a cidade de Auckland, cenário do primeiro episódio do programa. Já no início, Didi encarou caminhada com vista de 360 graus no topo da Sky Tower. Ela também chegou a Waiheke Island, uma das ilhas mais atrativas do mundo em 2016 pelo guia Lonely Planet, a bordo de um hidroavião da década de 1960.

A apresentadora destaca também a forma simpática e acolhedora como o povo de lá recebe os turistas e a gastronomia herdada da cultura maori, povo polinésio que ocupava as ilhas antes da chegada dos ingleses. Ela indica o hangi, prato feito com legumes e raízes, cozidos com pedras aquecidas no vapor dos gêiseres de Rotorua.



Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC