Fechar
Publicidade

Esportes

Publicado em segunda-feira, 19 de março de 2012 às 13:25 Histórico

Inter assina contrato de reforma do Beira-Rio

Após meses de incerteza e impasse, o Internacional e a construtora Andrade Gutierrez assinaram nesta segunda-feira o contrato para reforma e modernização do Estádio Beira-Rio. As obras, que serão iniciadas nos próximos dias e tem previsão de conclusão para até dezembro de 2013. Assim, o estádio poderá sediar partidas da Copa do Mundo de 2014, como previsto anteriormente.

 

"Agradeço a todos os que contribuíram para que tudo acabasse da melhor maneira. Agora a Copa é nossa. Isso nos orgulha muito. O Inter será o único clube do mundo a sediar por duas vezes uma Copa do Mundo. Obrigado, torcedor colorado, vocês me deixaram mais fortes nos momentos difíceis", disse Giovanni Luigi, presidente do Internacional.

 

A negociação demorada colocou em risco a presença do Beira-Rio na Copa do Mundo de 2014 e era atualmente a principal preocupação para o torneio por conta do atraso na reforma do estádio do Internacional. "É com orgulho que a Andrade Gutierrez participa desse projeto de reforma do Estádio Beira-Rio. Estamos reunidos para assinar o compromisso de fazer do Beira-Rio um símbolo não só para os colorados, mas para todos os gaúchos. Cada saco de cimento será erguido com raça", declarou Otávio Azevedo, presidente da empresa.

 

A reforma do Beira-Rio está orçada em R$ 330 milhões e receberá investimentos da Sociedade de Propósito Específico (SPE). O projeto terá também como investidor o banco BTG Pactual. O Internacional aportou parte dos recursos - R$ 26 milhões - para amortização dos custos. A SPE buscará financiamento do BNDES para até 75% do valor da obra e utilizará recursos próprios para completar a diferença. Como contrapartida, a Andrade Gutierrez poderá explorar por 20 anos áreas como camarotes, cadeiras VIPs, um edifício-garagem, além de ter direito a realizar eventos no estádio.

 

O Internacional foi confirmado em maio de 2009 como uma dos estádios da Copa do Mundo de 2014. A reforma, porém, ficou paralisada desde junho de 2011 por conta de impasse entre o clube e a Andrade Gutierrez. Agora com um contrato assinado, o Beira-Rio poderá sediar cinco partidas do Mundial, sendo quatro da primeira fase e um das oitavas de final.



Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC