Fechar
Publicidade

Cena Politica

Publicado em quinta-feira, 6 de abril de 2017 às 07:00 Histórico

Briga dos agregados com o filho do vice

A Câmara de Santo André aprovou requerimento de apuração contra eventual desvio de conduta do vice-prefeito Luiz Zacarias (PTB), secretário de Obras e Serviços Urbanos. A ‘denúncia’, encabeçada por parlamentares da base, aponta que o petebista tem favorecido apenas demandas de seu filho, o vereador Lucas Zacarias (PTB). Fato é que ninguém duvida que Lucas foi eleito em outubro por conta da atuação do pai, na Casa. Governista, Fabio Lopes (PPS) passou vídeo na última sessão em ataque a Zacarias. O material também foi reproduzido por Toninho de Jesus (PMN) e Roberto Rautenberg (PRB). Com o documento, o popular-socialista coloca em xeque a isonomia das ações do titular. Lucas falou em ciúmes e defendeu que o único privilegio é ter “trabalho sério e ético”, baseado nos 25 anos de mandato do pai.

BASTIDORES

Montorinho rebate
Ex-vereador de Santo André, José Montoro Filho, o Montorinho (PT), negou que esteja em débito com as contribuições partidárias, o que, segundo o petista, era descontado, inclusive, direto do holerite. Apoiador da candidatura de Zé Paulo Nogueira no PED (Processo de Eleições Diretas), Montorinho atribuiu a situação ao que chamou de “grupo de covardes” que busca manipular a disputa. “Estou apto a votar, quite. Tem gente querendo manipular o processo, controlar lista de votação. Acho que bateu desespero. Isso é que falavam que minha adesão política tinha peso zero.”

Confusão esquecida
Desde a confusão registrada entre o vereador Josa Queirós (PT) e o servidor comissionado Edemilson Batista de Souza, o Bahia (PSDB), há uma semana, o Paço de Diadema, chefiada por Lauro Michels (PV), não tornou público nenhum procedimento oficial. O funcionário estava na Câmara, durante o horário de expediente. Na ocasião, o governo anunciou adotar as medidas cabíveis. Deve ter esquecido.

Erro na Fábrica
Em entrevista sobre os 100 dias de mandato ao DGABC TV, o prefeito Atila Jacomussi (PSB), de Mauá, afirmou que já entregou no período o projeto da Fábrica de Cultura, equipamento do governo do Estado. Mas há um problema. Isso porque existe prédio erguido apenas na Capital. Ele deve ter errado de cidade. A única unidade fora do município paulistano em evolução é o de Diadema.

Pérolas de um candidato
O vereador de Santo André Roberto Rautenberg (PRB) tem adotado tom efusivo na Câmara. Ao ver derrubada sua emenda que incluiria clínicas veterinárias ao projeto do Executivo Fila Zero, o republicano chamou os colegas de ‘cachorrinhos’ do prefeito. Quando foi agradecer os votos daqueles favoráveis ao seu texto, rejeitado, falou que Willians Bezerra (PT) é o “único petista de raiz.” Lembrando que ele deve ser candidato a deputado.

Só com o Rubão
Pedido de simples divulgação de projeto de lei, já protocolado em Ribeirão Pires, feito na sexta-feira, tem sido brecado na Câmara. A justificativa é que todo material que sai para a imprensa necessita ser rubricado pelo presidente Rubens Fernandes, o Rubão (PSD). A matéria refere-se a salário dos procuradores. Não dá para saber se a decisão é resguardar informações públicas ou criar ambiente de autoridade.

Posse de Penna
Presidente nacional do PV, José Luiz Penna assume formalmente hoje o cargo de secretário de Cultura do governo Geraldo Alckmin (PSDB), substituindo José Roberto Sadek. O PV foi um dos 12 partidos que apoiou o PSDB de João Doria na eleição à prefeitura em São Paulo, ganhando a Pasta de Meio Ambiente na Capital. Alckmin quer ser candidato ao Planalto e já abre portas para apoios. 



Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC