Fechar
Publicidade

Domingo, 19 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Corinthians toma virada no Paraguai

Agência Corinthians/Divulgação  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

André e Rodrigunho são expulsos e time de Tite não consegue segurar o Cerro Porteño


Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

10/03/2016 | 07:00


O Corinthians tinha tudo para sair do Defensores del Chaco, ontem, no Paraguai, com a vitória e a classificação na Libertadores encaminhada. Mas a equipe não soube transformar a superioridade do primeiro tempo em gols, perdeu a cabeça – teve dois expulsos – e o jogo para o Cerro Porteño, por 3 a 2.

Com o resultado, o Timão perdeu a ponta do Grupo 8 para o Cerro, que foi a sete pontos contra seis dos brasileiros. O Santa Fe é o terceiro, com quatro, e o Cobresal ainda não pontuou. As equipes voltam a se enfrentar dia 16, desta vez na Arena Corinthians, em Itaquera.

O Cerro fez o que se espera de um mandante: usou o clima favorável criado pela torcida para apertar a saída do Timão. Com toques envolventes, os paraguaios só não abriram o placar porque Cássio operou milagre ao defender com os pés chute de Sergio Díaz, aos seis.

Aos poucos, o Corinthians conseguiu neutralizar a pressão e impor seu estilo de jogo, ficando mais com a bola nos pés. Desta forma, foi ganhando campo até conseguir abrir o placar, aos 12, com André, mostrando oportunismo ao aproveitar rebote do goleiro Anthony Silva.

O momento era bom e o time de Tite desperdiçou a chance de matar o jogo. Explorando as investidas do Cerro, se aproximou do segundo gol, mas André parou na trave, aos 23, e cabeceou para fora, aos 44.
Todo mundo sabe que na Libertadores não dá para vacilar. E com o Corinthians não foi diferente. A equipe não conseguiu manter o padrão no segundo tempo e, logo aos três minutos, viu Beltrán ganhar de Felipe pelo alto e mandar para o fundo da rede: 1 a 1.

O gol desestabilizou o Timão, ainda mais depois que André, que já havia sido advertido, levantou demais o pé e acertou a cabeça de Bonet, sendo expulso.

Obviamente, o Cerro partiu para cima e viu o Corinthians perder a cabeça. Rodriguinho reclamou demais com o árbitro e foi advertido. E, aos 27, cometeu falta dura e também foi expulso, deixando os brasileiros com nove em campo.

Não deu para segurar. Dois minutos depois, Díaz passou por Yago e finalizou entre as pernas de Cássio, virando o jogo.

Tite fechou o time com entrada de Balbuena no lugar de Lucca. Mas falha de Felipe pôs tudo a perder. O zagueiro não conseguiu parar Beltrán, que invadiu a área e fez o terceiro.

No fim, em bola na área, o árbitro marcou pênalti sobre Yago, que Giovanni Augusto converteu, mas foi insuficiente para impedir a derrota. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados