Publicado em domingo, 30 de maio de 2010 às 07:24

Voz de homem ou menino?


Marcela Munhoz
Do Diário do Grande ABC

Incorporar notícia

Ora a voz afina, ora engrossa. Desista: se você está passando pela adolescência ainda vai demorar um tempinho para sua voz estabilizar. Os meninos sofrem ainda mais com a desafinação. Justin Bieber que o diga.

O cantor canadense de 15 anos já admitiu que sua voz está mudando e que, por isso, está tendo dificuldades para cantar sucessos como Baby. O astro contou que não consegue mais atingir as notas mais altas das canções do seu álbum My World 2.0. "Minha voz treme. Todo adolescente tem esse problema. Mas, felizmente, tenho o melhor instrutor vocal do mundo. Não consigo mais atingir algumas notas e temos que alterar a música quando canto ao vivo."

Mas por que isso acontece? A culpa é dos hormônios, cuja produção se intensifica na adolescência. Nos meninos, a testosterona acelera o crescimento da cartilagem da laringe, onde se localizam os músculos vocais que compõem a prega vocal. "Isso acontece, em média, entre 13 e 15 anos e dura de seis a 12 meses", explica o hebiatra Mauricio de Souza Lima.

É a vibração dessa prega, durante a passagem do ar que sai dos pulmões, que produz a voz. Com o aumento da laringe, os músculos vocais se esticam, deixando a voz mais grave. Como esse crescimento é muito maior no corpo masculino, os garotos ganham nessa fase o famoso pomo-de-adão ou gogó, o ossinho sobressalente na altura da garganta.

A mudança é natural. "Tem de ficar de olho quando isso não acontece, e as meninas continuam com voz de criança e os meninos com voz fina. Nesse caso, é preciso consultar um especialista. O tratamento é rápido", avisa a fonaudióloga Deli Davas.

Entre os séculos 16 e 19, o grupo de ópera Castrati, famoso na Itália, mandava cortar os testículos de meninos antes da puberdade para que a voz nunca engrossasse, já que a testosterona é fabricada nessas glândulas sexuais. Isso ocorria porque as mulheres eram proibidas de cantar na igreja e eram necessárias vozes de vários timbres para compor o coral.

Cuide-se bem
*
A voz humana também envelhece. Conforme a idade avança, há uma redução de movimentos das articulações e alterações hormonais e emocionais. Também contam muito os maus hábitos, a calcificação das cartilagens, a atrofia da musculatura da laringe e a perda da capacidade pulmonar. O melhor desempenho vocal é registrado entre os 25 e 40 anos. Os homens tendem a iniciar o processo de alteração vocal por volta dos 30, enquanto nas mulheres isso começa aos 50 anos, na época da menopausa.

* A voz rouca não é charme. A rouquidão é o primeiro sinal de um distúrbio chamado disfonia, que requer tratamento especializado. Vários fatores podem levar a esse distúrbio vocal, como pólipos, cistos, alterações estruturais nas cordas e, em casos mais raros, tumores. A razão mais comum, porém, é a presença de nódulos ocasionados pelo esforço exagerado das pregas vocais.

* Todos devem cuidar da voz. É simples. Evite ficar pigarreando para produzir barulho com a garganta nem grite ou fale muito alto. Cigarro e bebidas alcóolicas são grandes vilões da saúde vocal. Sprays, ar-condicionado, automedicação e pastilhas também podem prejudicar a voz, bem como alergias, noites mal dormidas e alterações hormonais.

* A fonoaudióloga Deli Navas recomenda ainda evitar chocolate e derivados de leite antes de falar muito, porque essas substâncias engrossam a voz. Por outro lado, a maçã serve para afinar a saliva e ‘limpar' a garganta e a boca. Também evite fazer gargarejos com enxaguatório bucal. O ideal é água morna com sal.

Igual x diferente
Pode reparar: na infância, meninos e meninas da mesma idade têm a voz muito parecida, porque a laringe ainda não mudou de tamanho. Com a chegada da adolescência, o som produzido pelos garotos vai ficando cada vez mais grave (grossa), e a diferença se mantém por muito tempo. Na velhice, a voz de ambos os sexos volta a ficar mais ou menos parecida, pois há uma redução drástica na produção de hormônios masculinos e femininos.

Frequências
A frequência sonora da fala diminui na adolescência, deixando-a mais grossa entre os meninos. O som é medido em Hertz (Hz). Na infância e velhice, a diferença é menor entre ambos os sexos. Confira o que rola em cada fase da vida:

* Crianças - 250 a 270 Hz

Na adolescência:
* Garotos - 90 a 120 Hz

* Garotas - 180 a 220 Hz

* Idosos - 120 a 180 Hz

* Quanto menor a frequência sonora, mais grossa é a voz.



Veja Também

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Revista Playboy Revista Sexy Palmeiras Corinthians São Paulo Santos Portal Santo André Portal São Bernardo Portal São Caetano Portal Diadema Portal Ribeirão Pires Portal Mauá Portal Rio Grande da Serra Portal Grande ABC Ronan Maria Pinto Notícias Regionais Política Regional Vídeos de Santo André no ABC Paulista Vídeos de São Bernardo no ABC Paulista Vídeos de São Caetano no ABC Paulista Vídeos de Diadema no ABC Paulista Vídeos de Mauá no ABC Paulista Vídeos de Rio Grande da Serra no ABC Paulista Vídeos de Ribeirão Pires no ABC Paulista