Fechar
Publicidade

Economia

Publicado em domingo, 23 de julho de 2006 às 08:38 Histórico

Ficar sócio de clube custa R$ 200

A partir de R$ 200, é possível comprar um título familiar de um clube no Grande ABC. O custo, segundo alegação dos associados, é para evitar o marasmo em época de férias ou mesmo aos finais de semana. Na região, existem vários espaços recreativos privados com atividades e infraestrutura para toda família. Piscinas, quadras, saunas, academia, parque infantil, lanchonetes e restaurantes são apenas alguns dos atrativos que os clubes oferecem. Além do título, é necessário que o sócio pague a taxa de manutenção que oscila de preço conforme o clube.

O Diário visitou alguns desses espaços da região para mostrar o que é oferecido e quanto pode custar. Em Santo André, foram três: Aramaçan, Primeiro de Maio e o Corinthians Santo André, todos são antigos e conhecidos em todo o Grande ABC.

Aramaçan – Entre os clubes da região, apenas o Aramaçan não tem mais títulos à venda – já são 7 mil sócios-titulares. Hoje, quem tem interesse no título do clube tem que comprar de particulares e também pagar a taxa de transferência, que custa R$ 870, em até dez parcelas.

Segundo o diretor administrativo do Aramaçan, Luiz Augusto Campelo, a venda do título por terceiros varia conforme o período do ano. “No verão, época em que há maior procura, as pessoas chegam a pagar R$ 1,2 mil”. O local mais freqüentado do clube é a academia, onde mais de 1 mil sócios matriculadas pagam de R$ 20 a R$ 45 mensal para fazer aulas monitoradas professores. A sócia Maria da Graça Cardoso Alexandre, de Santo André, comprou um título há quatro anos de terceiros. Hoje, ela freqüenta o clube com toda a família. “Faço caminhadas, venho nas piscinas e nas festas.” diz.

Corintinha – O Corinthians Santo André – conhecido como Corintinha – adotou uma nova forma de ter mais freqüentadores. A pessoa pode escolher entre comprar o título ou adquirir um certificado e pagar apenas a manutenção por um ou dois anos. Nesse caso, pode-se utilizar todos os espaços do clube. Optando pelo certificado, o valor da manutenção familiar é de quatro vezes de R$ 90 (por um ano) e seis vezes de R$ 100 (por dois anos).


1º de Maio – O Primeiro de Maio fica ao lado da prefeitura de Santo André bem no centro da cidade. O clube vende apenas o título especial, que não pode ser trancado, o sócio tem que ficar com o título ou perde se deixar de pagar taxa.

Mesc – Em São Bernardo, o Clube Mesc é um dos mais tradicionais da cidade. “O que nos diferencia dos outros clubes é que aqui há todas as características de um clube de campo e fica quase no centro de São Bernardo” afirma Meire Rioto, sócia do Mesc há mais de dez anos. No Mesc, também há biblioteca e Capela.

São Caetano – O  São Caetano Esporte Clube fica no bairro Fundação e tem lazer para toda a família. O título familiar pode ser usado por pais e filhos menores de 18 anos, sem acréscimo na taxa de manutenção. Além dos tradicionais serviços alguns clubes como Aramaçan e Primeiro de Maio, tem modernas pistas de boliche para seus sócios. Todos os clubes são abertos somente para sócios e convidados.

No Aramaçan os sócios podem convidar até 12 pessoas por ano para visitar o clube, mas os convidados não tem acesso às piscinas ou equipamentos.

No Mesc, o visitante paga o valor de R$ 5 para conhecer as instalações, mas também não utiliza as piscinas. Nos demais clubes, os interessados podem ligar e fazer uma visita monitorada. (Supervisionado por Hugo Cilo)


Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC