Publicado em domingo, 1 de março de 2009 às 14:00

Onde é fabricado o sangue?


Marcela Munhoz
Do Diário do Grande ABC

Incorporar notícia

Marina Brandão/DGABC

O sangue é produzido dentro dos ossos na medula óssea, conhecida popularmente por tutano dos ossos. Trata-se de tecido líquido, parecido com uma esponja cheinha de sangue. Apesar do nome, medula óssea não tem nada a ver com a medula espinhal, que fica na coluna vertebral e faz parte do sistema nervoso.

Nos primeiros anos de vida, todos os ossos têm capacidade de produzir sangue, mas conforme crescemos, apenas os mais longos - como o fêmur da perna e o úmero do braço - e os mais achatados - como as costelas e o osso do quadril, entre outros - continuam fabricando essa substância. Esse processo chama-se hematopoese.

A fábrica medula óssea não para nunca de trabalhar, porque o sangue vai se renovando. Em média, o ciclo de vida de cada célula sanguínea é de quatro meses. Enquanto algumas vão morrendo, outras vão sendo produzidas para substituí-las. Quando essas células estão totalmente formadas e maduras, soltam-se da medula óssea e penetram na rede de vasos sanguíneos do corpo.

Mas por que só as células que ficam na medula óssea têm a capacidade de produzir sangue? É que lá ficam as células-tronco hematopoéticas, com a capacidade de fabricar os componentes do sangue: glóbulos vermelhos (hemácias), glóbulos brancos (leucócitos), plaquetas, entre outras.

Consultoria dos hematologistas Fausto Trigo, do Hospital Brigadeiro, e Elíseo Joji Sekiya, do Hospital Cristovão da Gama

Ferro, a matéria-prima da fábrica
Quando insistem para você comer carne, verduras e legumes, é melhor levar a recomendação a sério. A medula óssea é cercada por grande rede de pequenos vasos sanguíneos. É por essas mangueiras fininhas que ela recebe os componentes para que a fábrica possa sempre produzir sangue.

O ferro encontrado na carne vermelha, nos legumes e nas verduras escuras é um dos principais componentes do glóbulo vermelho. Também é preciso consumir fruta por causa das vitaminas.

O ferro é tão importante, que o sangue é vermelho por causa dele. Esse componente dá cor à hemoglobina, pigmento vermelho que se localiza dentro dos glóbulos vermelhos, presentes em grande quantidade no nosso organismo.

Problemas na produção
A deficiência de glóbulos vermelhos no organismo é conhecida como anemia. Isso ocorre quando a medula óssea não produz quantidade suficiente de hemoglobina (responsável pelo transporte do oxigênio no sangue). A falta de ferro é a causa principal de anemia, porém não é o único problema.

Quando a pessoa está anêmica, o sangue fica mais clarinho. Um jeito de perceber essa condição é observar os lábios, as palmas das mãos e a parte interna do olho. Se estiverem branquinhos, pode ser um sintoma. Traumas também podem provocar anemia, quando, por exemplo, alguém perde muito sangue num acidente. Em alguns casos, pode até morrer.

Uma das mais sérias complicações é a leucemia, o câncer no sangue. Nesse caso, a medula produz células cancerosas, que se espalham pelo corpo.

Quatro tipos - Assim como a gente, que tem um RG para se identificar, o sangue também tem tipo: A, B, AB e O. O tipo O é conhecido como doador universal, podendo ser transferido para qualquer pessoa, mas seu portador só pode receber esse tipo. Já o AB é o receptor universal e pode receber todo tipo de sangue.

O sangue também é classificado pelo fator Rh, que pode ser negativo ou positivo. Procure saber qual é o seu tipo e mantenha a informação com você.

Doar salva vidas
Pessoas que apresentam doenças graves, às vezes, precisam receber sangue. É para isso que existem os bancos de doação ou hemocentros. Pode doar quem tem mais de 18 anos e no mínimo 50 kg. Tira-se, no máximo, meio litro e pouco tempo depois o organismo repõe. Mulher pode doar a cada três meses, e homem a cada dois. O problema é que menos de 2% da população doa.

Também é possível doar a própria medula óssea para quem tem leucemia. Nesse caso, basta ter entre 18 anos e 55 anos. Primeiro o candidato doa um pouco de sangue para análise, e os dados são registrados. Caso seja compatível com algum doente que precisa, os médicos tiram parte da medula óssea de dentro do osso da bacia do doador e injetam no doente. Esse sangue vai fazer com que a fábrica volte a funcionar e pare de produzir células cancerosas.

Saiba mais
A quantidade de sangue que circula no corpo é proporcional ao peso e à altura. Quem pesa 70 kg, tem de 4,5 litros a 5 litros de sangue. Quem tem 8 anos e 20 kg, por exemplo, tem cerca de 1,6 litro. Esse sangue é transportado por cerca de 96,5 mil quilômetros de veias e artérias.



Veja Também

Tags

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Revista Playboy Revista Sexy Palmeiras Corinthians São Paulo Santos Santo André São Bernardo São Caetano Diadema Ribeirão Pires Mauá Rio Grande da Serra Grande ABC Ronan Maria Pinto

Action 'Detalhe :: Index', Execute: 0,354s, Render: 0,693s.