Fechar
Publicidade

Política

Publicado em quarta-feira, 6 de agosto de 2014 às 07:00 Histórico

Em Mauá, Sandra dá novo prazo sobre contrato da PK9

Celso Luiz/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

 A vereadora de Mauá Sandra Regina Vieira (PMDB) prorrogou o prazo de questionamento no Legislativo sobre o possível dano ao erário na relação da Prefeitura com a PK9 Tecnologia Serviços Ltda, empresa responsável pela bilhetagem eletrônica das linhas de ônibus. No entanto, segundo a parlamentar, a “promessa” é enquadrar o Executivo até terça-feira.

De acordo com Sandra, o motivo do adiamento se deu após “conversa informal” com o presidente do Legislativo, Paulo Suares (PT), que também preside a Comissão Especial de Fiscalização do Sistema de Transporte Público. “Conversamos sobre o que a comissão faria e ele me confirmou que conversaríamos sobre essa e outras pautas em relação ao transporte”, enfatizou.

Suares, por sua vez, adiantou que o encontro aguarda por uma data. “Acho que antes da próxima sessão já o teremos feito, mas ela (Sandra) pode preferir entrar com requerimento”, disse.
A PK9 teve contrato aditado pela quinta vez no dia 28 de junho, por 12 meses, no valor de R$ 4,6 milhões, mas foi interrompido. Desde então, a Suzantur passou a operar as linhas do transporte público.

LICITAÇÃO
A Princesa Turismo Eireli, de Mato Grosso, empresa que concorria na licitação e que foi preterida no processo conseguiu ontem uma liminar, permitindo reavaliação dos trâmites de escolha.
A Prefeitura informou, por nota, que o departamento jurídico está analisando o documento para definir quais providências tomar sobre o assunto.



Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC