Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 21 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Lula: Serra baixou o nível



05/09/2010 | 07:13


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva acusou o candidato do PSDB à Presidência, José Serra, de baixar o nível da campanha e transformar a família em vítima com o episódio da quebra do sigilo fiscal de sua filha, Verônica Serra.

Durante comício realizado em Guarulhos, Lula questionou se o vazamento do sigilo fiscal de Verônica realmente ocorreu e relacionou o caso a uma tentativa de virar o jogo eleitoral, até agora favorável a sua candidata, Dilma Rousseff (PT). As violações fiscais, de Verônica e de outros integrantes do PSDB, foram comprovadas pela comissão de investigação da Corregedoria da Receita Federal.

"Cadê esse tal de sigilo que não apareceu até agora? Cadê o vazamento das informações?", indagou. "Mentira tem perna curta e quando as pessoas começam a mentir descaradamente e a procurar alguém para responsabilizar pelo seu fracasso, aí a coisa não fica bem", afirmou. "Ninguém precisa baixar o nível da campanha e tentar transformar a família em vítima".

Em seu discurso, Lula pediu votos para Dilma e tripudiou Serra. "Aí sim nosso adversário vai ficar nervoso. Se tomar uma surra da Dilma em Guarulhos e em São Paulo", disse. "Vamos ganhar essa eleição sem ofender uma vez nosso adversário."

Sem citar o nome de Serra, Lula disse que sua campanha na TV está pesada e rasteira. "O bicho anda com uma raiva que eu nem sei de quê. É próprio de quem não sabe nadar e quando cai na água fica se debatendo até morrer afogado", afirmou.

DIRETÓRIO

O presidente do PT em São Paulo, Edinho Silva, negou ontem que o contador Antonio Carlos Atella Ferreira, que pediu a violação dos dados fiscais da filha do presidenciável José Serra seja filiado ao partido. Em nota oficial, o diretório informou que Atella solicitou a filiação ao PT em 2003, mas que um erro de digitação no preenchimento da ficha levou a Justiça Eleitoral a indeferir o pedido.

Mas, após o comício, Edinho admitiu que o cunhado de Atella, o oficial de Justiça João Primo, é um dos fundadores do PT em Mauá e que ainda não conversou com ele, mas que pode chamá-lo para esclarecer a situação. Entretanto, o TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo) confirmou ontem que a filiação partidária de Atella ao PT foi registrada no cadastro da Justiça Eleitoral em 2003.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Lula: Serra baixou o nível


05/09/2010 | 07:13


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva acusou o candidato do PSDB à Presidência, José Serra, de baixar o nível da campanha e transformar a família em vítima com o episódio da quebra do sigilo fiscal de sua filha, Verônica Serra.

Durante comício realizado em Guarulhos, Lula questionou se o vazamento do sigilo fiscal de Verônica realmente ocorreu e relacionou o caso a uma tentativa de virar o jogo eleitoral, até agora favorável a sua candidata, Dilma Rousseff (PT). As violações fiscais, de Verônica e de outros integrantes do PSDB, foram comprovadas pela comissão de investigação da Corregedoria da Receita Federal.

"Cadê esse tal de sigilo que não apareceu até agora? Cadê o vazamento das informações?", indagou. "Mentira tem perna curta e quando as pessoas começam a mentir descaradamente e a procurar alguém para responsabilizar pelo seu fracasso, aí a coisa não fica bem", afirmou. "Ninguém precisa baixar o nível da campanha e tentar transformar a família em vítima".

Em seu discurso, Lula pediu votos para Dilma e tripudiou Serra. "Aí sim nosso adversário vai ficar nervoso. Se tomar uma surra da Dilma em Guarulhos e em São Paulo", disse. "Vamos ganhar essa eleição sem ofender uma vez nosso adversário."

Sem citar o nome de Serra, Lula disse que sua campanha na TV está pesada e rasteira. "O bicho anda com uma raiva que eu nem sei de quê. É próprio de quem não sabe nadar e quando cai na água fica se debatendo até morrer afogado", afirmou.

DIRETÓRIO

O presidente do PT em São Paulo, Edinho Silva, negou ontem que o contador Antonio Carlos Atella Ferreira, que pediu a violação dos dados fiscais da filha do presidenciável José Serra seja filiado ao partido. Em nota oficial, o diretório informou que Atella solicitou a filiação ao PT em 2003, mas que um erro de digitação no preenchimento da ficha levou a Justiça Eleitoral a indeferir o pedido.

Mas, após o comício, Edinho admitiu que o cunhado de Atella, o oficial de Justiça João Primo, é um dos fundadores do PT em Mauá e que ainda não conversou com ele, mas que pode chamá-lo para esclarecer a situação. Entretanto, o TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo) confirmou ontem que a filiação partidária de Atella ao PT foi registrada no cadastro da Justiça Eleitoral em 2003.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;