Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 26 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Timão reencontra Sport e quer voltar a convencer


Fernando Cappelli
Com Agências

16/07/2009 | 07:00


Após a goleada para o Grêmio, por 3 a 0, domingo, em Porto Alegre, o Corinthians pega hoje o Sport, no Pacaembu (21h), confiante em manter o bom rendimento dentro de casa no Brasileirão. Dos cinco jogos como mandante até agora, o Timão venceu quatro vezes e perdeu apenas na estreia, para o Internacional.

A partida também marca o primeiro encontro com o time pernambucano após a fatídica final da Copa do Brasil no ano passado. Na ocasião, os alvinegros conquistaram boa vantagem no primeiro jogo, em São Paulo (3 a 1), mas foram surpreendidos na volta, em Recife, e deixaram a taça escapar com a derrota por 2 a 0.

"Em casa, temos uma responsabilidade maior, mas em um aspecto positivo. Só que de nada vai adiantar se perdermos a concentração e nos apoiarmos apenas em estatísticas. O que queremos mesmo é convencer e fazer um belo jogo novamente. E sem nos preocuparmos com coisas que aconteceram no passado", afirmou o técnico Mano Menezes, que mesmo embalado pelos números, terá desfalques importantes para o compromisso da noite.

O capitão William, que sofre de um problema crônico no pé direito desde o Campeonato Paulista, ainda não se recuperou. Ele dará lugar a Diego. Jean, que seria outra opção, está suspenso pela expulsão contra o Grêmio. Renato, que seria outra possibilidade, servirá a seleção sub-20. Em contrapartida, o zagueiro Chicão, recuperado de uma virose, volta ao setor defensivo.

No meio-campo, o volante Elias é desfalque certo por ter recebido punição do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) com um jogo de suspensão, ainda pelo cartão vermelho recebido na final da Copa do Brasil, contra o Internacional, no Beira-Rio. Jucilei, contratado após a conquista do Estadual, terá nova chance, ao lado de Cristian.

Marcelo Oliveira é vendido para o futebol ucraniano

O Corinthians perdeu mais um reserva. Só que desta vez vai entrar dinheiro nos cofres do Parque São Jorge. Depois de emprestar Wellington Saci para o Atlético-MG e Otacílio Neto para o Barueri, o clube acertou a venda do volante Marcelo Oliveira para o Dínamo de Kiev, da Ucrânia.

O jogador viaja hoje para assinar contrato com a equipe ucraniana. O atleta, revelado nas categorias de base do Timão, fechou acordo de cinco anos.

O valor da transação não foi confirmado, mas, inicialmente, o Dínamo havia oferecido 1,5 milhão de euros (pouco mais de R$ 4 milhões). O presidente Andrés Sanches achou pouco e enviou contraproposta.

Do valor que será pago pelo clube europeu, o Corinthians tem direito a 80%. E por ser o clube formador terá direito a mais dinheiro em futuras transações. No Timão, Marcelo Oliveira não jogava desde a vitória por 3 a 1 sobre o São Paulo, quando sofreu lesão muscular na coxa esquerda e foi substituído ainda no primeiro tempo.

O histórico do volante no Corinthians, aliás, é dramático. Em 2007, sofreu grave lesão no joelho esquerdo. Depois de primeira cirurgia, uma infecção hospitalar quase acabou com sua carreira.

Após passar o risco de amputação da perna, ainda foi submetido a outras três operações. Só no começo deste ano voltou a treinar normalmente.

(das Agências)



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;