Fechar
Publicidade

Domingo, 20 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Ex-jogador Thuram recusa cargo de ministro oferecido por Sarkozy


Da AFP

03/02/2009 | 13:28


Lilian Thuram, zagueiro da seleção francesa que conquistou a Copa do Mundo de 1998, recusou o cargo de "ministro da diversidade" oferecido pelo presidente Nicolas Sarkozy no fim de 2008, segundo entrevista publicada nesta terça-feira pelo jornal "Le Monde".

"Tive um encontro com Nicolas Sarkozy e com Claude Guéant (chefe de gabinete da presidência francesa), que me ofereceram o cargo de ministro da diversidade", contou o ex-jogador de 36 anos, que pendurou as chuteiras em agosto do ano passado.

"Tivemos uma longa discussão. Porém, por motivos óbvios, não tinha outra alternativa a não ser recusar", acrescentou Thuram, que criticou diversas vezes a política de Sarkozy. Nascido nas Antilhas francesas, o ex-jogador do Juventus e do Barcelona chegou a acusar o presidente francês de ter um "discurso racista".

Procurado, Thuram se recusou a entrar nos detalhes de sua reunião com o presidente francês. "Não tenho mais nada a dizer sobre esse assunto", contou. A presidência francesa também não quis comentar o caso.

Preocupado em ostentar a imagem de um governo multiétnico, Nicolas Sarkozy nomeou Rachida Dati, de origem magrebina, ao ministério da Justiça, e Rama Yade, de origem senegalesa, para o cargo de secretária de Estado dos Direitos Humanos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ex-jogador Thuram recusa cargo de ministro oferecido por Sarkozy

Da AFP

03/02/2009 | 13:28


Lilian Thuram, zagueiro da seleção francesa que conquistou a Copa do Mundo de 1998, recusou o cargo de "ministro da diversidade" oferecido pelo presidente Nicolas Sarkozy no fim de 2008, segundo entrevista publicada nesta terça-feira pelo jornal "Le Monde".

"Tive um encontro com Nicolas Sarkozy e com Claude Guéant (chefe de gabinete da presidência francesa), que me ofereceram o cargo de ministro da diversidade", contou o ex-jogador de 36 anos, que pendurou as chuteiras em agosto do ano passado.

"Tivemos uma longa discussão. Porém, por motivos óbvios, não tinha outra alternativa a não ser recusar", acrescentou Thuram, que criticou diversas vezes a política de Sarkozy. Nascido nas Antilhas francesas, o ex-jogador do Juventus e do Barcelona chegou a acusar o presidente francês de ter um "discurso racista".

Procurado, Thuram se recusou a entrar nos detalhes de sua reunião com o presidente francês. "Não tenho mais nada a dizer sobre esse assunto", contou. A presidência francesa também não quis comentar o caso.

Preocupado em ostentar a imagem de um governo multiétnico, Nicolas Sarkozy nomeou Rachida Dati, de origem magrebina, ao ministério da Justiça, e Rama Yade, de origem senegalesa, para o cargo de secretária de Estado dos Direitos Humanos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;