Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 21 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Estudantes da Anhanguera reclamam da troca de campus


Natália Fernandjes
Do Diário do Grande ABC

26/02/2013 | 07:00


Estudantes do curso de Gestão Ambiental do campus 2 do Centro Universitário Anhanguera de Santo André, antiga UniA, na Vila Assunção, protestam contra a mudança das aulas para a unidade da instituição de ensino no bairro Campestre, a UniABC, a partir deste semestre.

As aulas começaram ontem para os veteranos, que, inconformados, se reuniram para estudar maneiras de convencer a Anhanguera a rever a decisão.

A reclamação dos alunos inclui desde problemas com trânsito no deslocamento até a UniABC, aumento dos gastos em razão da necessidade de utilizar mais de um ônibus em alguns casos, sensação de insegurança na unidade do bairro Campestre e aviso por parte da faculdade 20 dias antes do início das aulas. São cerca de 120 estudantes insatisfeitos com a mudança, sendo que pelo menos três já trancaram a matrícula, segundo os alunos.

A editora de vídeo Ana Maria Cristina Maraes, 27 anos, destaca que passará a chegar atrasada todos os dias tendo em vista o tempo de deslocamento entre o curso profissionalizante que faz antes da aula até a faculdade. "Já escolhi o local do curso perto do campus 2, antiga UniA, para facilitar minha vida e agora não sei a que horas conseguirei chegar na aula", diz. A aluna do terceiro semestre observa que só não pede transferência para outra universidade porque recebe bolsa de estudos.

Para outra estudante, que preferiu não se identificar para não perder a bolsa de estudos, a escolha da unidade da Vila Assunção se dá em razão de ser mais próxima do trabalho e de casa. "Para chegar até a UniABC preciso atravessar a cidade inteira e pegar mais um ônibus, o que me trará gasto de cerca de R$ 200 a mais por mês", explica. A estudante do 3º ano observa ainda que falta apenas um ano para concluir o curso, o que não justifica a mudança.

A direção do Centro Universitário Anhanguera de Santo André informou que a transferência dos alunos do curso de Gestão Ambiental faz parte do projeto de expansão da instituição. Segundo a faculdade, a mudança visa o aprimoramento de infraestrutura e do modelo de ensino, proporcionando aos estudantes salas de aula mais amplas, laboratórios para atividades práticas e estacionamento. A instituição ainda esclarece que os alunos foram devidamente informados da mudança no início de fevereiro.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Estudantes da Anhanguera reclamam da troca de campus

Natália Fernandjes
Do Diário do Grande ABC

26/02/2013 | 07:00


Estudantes do curso de Gestão Ambiental do campus 2 do Centro Universitário Anhanguera de Santo André, antiga UniA, na Vila Assunção, protestam contra a mudança das aulas para a unidade da instituição de ensino no bairro Campestre, a UniABC, a partir deste semestre.

As aulas começaram ontem para os veteranos, que, inconformados, se reuniram para estudar maneiras de convencer a Anhanguera a rever a decisão.

A reclamação dos alunos inclui desde problemas com trânsito no deslocamento até a UniABC, aumento dos gastos em razão da necessidade de utilizar mais de um ônibus em alguns casos, sensação de insegurança na unidade do bairro Campestre e aviso por parte da faculdade 20 dias antes do início das aulas. São cerca de 120 estudantes insatisfeitos com a mudança, sendo que pelo menos três já trancaram a matrícula, segundo os alunos.

A editora de vídeo Ana Maria Cristina Maraes, 27 anos, destaca que passará a chegar atrasada todos os dias tendo em vista o tempo de deslocamento entre o curso profissionalizante que faz antes da aula até a faculdade. "Já escolhi o local do curso perto do campus 2, antiga UniA, para facilitar minha vida e agora não sei a que horas conseguirei chegar na aula", diz. A aluna do terceiro semestre observa que só não pede transferência para outra universidade porque recebe bolsa de estudos.

Para outra estudante, que preferiu não se identificar para não perder a bolsa de estudos, a escolha da unidade da Vila Assunção se dá em razão de ser mais próxima do trabalho e de casa. "Para chegar até a UniABC preciso atravessar a cidade inteira e pegar mais um ônibus, o que me trará gasto de cerca de R$ 200 a mais por mês", explica. A estudante do 3º ano observa ainda que falta apenas um ano para concluir o curso, o que não justifica a mudança.

A direção do Centro Universitário Anhanguera de Santo André informou que a transferência dos alunos do curso de Gestão Ambiental faz parte do projeto de expansão da instituição. Segundo a faculdade, a mudança visa o aprimoramento de infraestrutura e do modelo de ensino, proporcionando aos estudantes salas de aula mais amplas, laboratórios para atividades práticas e estacionamento. A instituição ainda esclarece que os alunos foram devidamente informados da mudança no início de fevereiro.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;