Fechar
Publicidade

Domingo, 24 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Médico de Bolt desabafa: 'venham à Jamaica aprender a correr'


Da AFP

17/08/2008 | 02:41


Em meio aos rumores de doping após a vitória fácil do jamaicano Usain Bolt na final dos 100 metros dos Jogos de Pequim, com o recorde mundial de 9s69, o médico da equipe jamaicana, Herb Elliott, desabafou: "não temos nada a esconder, venham à Jamaica aprender a correr".

"Digo a esta gente (que duvida), venham à Jamaica para ver nosso programa, venham ver nossos controles (antidoping), venham ver como procedemos. Podem vir quando quiserem, dia ou noite. Não temos nada a esconder. Existe a tradição. Não transformamos Bolt, apenas o ajudamos a progredir, especialmente no nível biomecânico", disse Elliott.

"Não podemos nos deixar levar por boatos", destacou Elliott, PhD em bioquímica. Bolt, 22 anos, foi o primeiro jamaicano a ganhar o ouro olímpico nos 100m.

Nos últimos 20 anos, três ex-recordistas mundiais dos 100m foram pegos no exame antidoping: o canadense de origem jamaicana Ben Johnson e os norte-americanos Tim Montgomery e Justin Gatlin, o último ouro nos Jogos de Atenas-2004.

John Fahey, responsável pela AMA (Agência Mundial Antidoping), advertiu mais cedo que se nos Jogos de Pequim ocorrer outro escândalo envolvendo os 100m, o Atletismo cairá em uma "falência moral".

"Se há suspeita (de doping), o público deserta, abandona qualquer esporte que não tem integridade (...) Desejo e espero que não ocorra outro caso (em Pequim), pelo bem dos 100m e do Atletismo", disse Fahey.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;