Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Governo Lauro se estabiliza e conquista nota 5,4 dos eleitores

Média foi a mesma obtida pelo prefeito de Diadema em novembro; cresceram índices de aprovação e de rejeição ao trabalho do verde


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

04/08/2014 | 07:00


O eleitorado de Diadema ouvido pelo DGABC Pesquisas, a pedido do Diário, conferiu nota 5,4 para o trabalho de Lauro Michels (PV) à frente da Prefeitura.

O índice é o segundo melhor da região, atrás apenas do prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho (PT), único dos chefes de Executivo da região em segundo mandato.

A média é a mesma obtida pelo verde no levantamento do DGABC Pesquisas de novembro, mas menor, em 0,4 ponto, em comparação com a sondagem de junho do ano passado, que apurou contentamento dos seis primeiros meses de governo.

Tanto número de aprovação quanto de rejeição à administração do verde cresceram na cidade, isso porque reduziu quantidade de entrevistados que não sabiam analisar a condução do Paço.

O aval à atuação de Lauro subiu de 27,8%, em novembro, para 33,3% no estudo recente, alta de 5,5 pontos percentuais. A quantidade de críticos ao prefeito cresceu de 40,3% para 50,8% em oito meses. O número de eleitores que classificam como regular o mandato do político do PV é de 33,6%.

Nos últimos oito meses, Lauro conseguiu tirar do papel algumas obras – entregou apartamentos do Minha Casa, Minha Vida – e anunciou intervenções há décadas aguardadas pelos cidadãos, caso da urbanização do Sítio Joaninha, em parceria com a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo).

Em contrapartida, a população ainda questiona serviços oferecidos na Saúde. Em um ano e sete meses de governo, o verde assinou 87 demissões de médicos e só agora conseguiu repor quase em sua totalidade o quadro de clínicos. A UPA (Unidade de Pronto Atendimento 24 horas) Piraporinha foi descartada para construção de equipamento no Centro e a administração articula junto à União aporte federal para reformar o Hospital Municipal do bairro Piraporinha, que consta com problemas estruturais.

ESCOLARIDADE
Eleitores diademenses que possuem Ensino Superior completo ofereceram melhor média ao prefeito. Lauro recebeu nota 5,8 desta faixa, em que 48,9% dos entrevistados classificaram como boa ou ótima a administração do PV.

Munícipes com Ensino Fundamental completo deram o pior índice: 5. Entretanto, são cidadãos analfabetos ou com Ensino Fundamental incompleto que apresentaram mais críticas ao governo: 42,9% acham o trabalho do chefe do Executivo ruim ou péssimo.

FAIXA ETÁRIA
Diademenses jovens mostraram contentamento com a gestão Lauro. Entre entrevistados de 16 a 24 anos, o prefeito foi aprovado por 41,5% – índice de bom e ótimo. Nessa faixa etária, o um ano e sete meses de mandato do verde à frente da Prefeitura mereceu nota 6.

Os idosos, por sua vez, conceberam menor nota ao chefe do Paço: 5,1. Também foram os munícipes com mais de 60 anos que apresentaram maior descontentamento, sendo que 42,3% classificaram como ruim ou péssima a gestão verde.

ANÁLISE DE RIVAIS
O eleitorado que votou em Mário Reali (PT) no pleito de 2012 disse que o governo de Lauro Michels é nota 4,3. No total, 52,1% dos que queriam manter o petista no Paço reprovam o mandato do verde e outros 22,5% aprovam.

Entre os que anularam ou votaram em branco, a nota conferida ao prefeito de Diadema foi 3,8.

O DGABC Pesquisas ouviu 400 pessoas no dia 30. A margem de erro é de cinco pontos. O levantamento está registrado no TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo), sob protocolo SP-00012/2014 .



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;