Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 26 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

dmais@dgabc.com.br | 4435-8396

Vale a pena pagar o Meet & Greet?

Arquivo Pessoal Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Fãs contam as experiências – boas e ruins – de ficar cara a cara com os ídolos


Caroline Ropero
Do Diário do Grande ABC

06/07/2014 | 07:00


Arquivo Pessoal

Que fã nunca sonhou em ver de perto, tirar foto e conversar com o ídolo? Uma das maneiras de conseguir isso é pelo Meet & Greet, que significa ‘encontrar e cumprimentar’. Dependendo do artista, o momento pode durar horas ou segundos. O preço também varia, podendo ser gratuito ou custar mais de R$ 1.000. Mas será que vale a pena pagar tanto pela experiência?

Leonardo Grecco, 18 anos, desembolsou R$ 800 para ver Demi Lovato em abril. Na fila, recebeu orientações da segurança para não tocá-la, conversar ou abraçar. Mas não foi o que aconteceu. “A Demi é superlegal. Falei com ela, abracei e disse que a amava. Ela respondeu sorrindo: ‘Obrigada! Eu te amo!’, em português.”

Nem toda experiência, porém, corresponde às expectativas. Larissa Ramalho, 15, não contava com tamanha exigência da produção de Justin Bieber, que veio ao País em 2013 e cobrou R$ 3.000 pelo encontro. “Queria muito um abraço. Mas, depois da foto, quando virei para abraçá-lo, o segurança me puxou pelos cabelos.”

Apesar da decepção, Larissa pagou R$ 800 em abril pelo M&G com Demi. E deu sorte. “Foi incrível. Ela me abraçou para tirar a foto. Quando eu estava saindo falei: ‘Obrigada por salvar a minha vida, eu te amo’, em inglês. Ela respondeu que também me amava.”

Muitos fatores podem tornar o Meet & Greet um sucesso ou um fracasso. Vale pesquisar na web encontros que o artista já realizou. Lady Gaga, Rihanna e Miley Cyrus, por exemplo, são famosas pela simpatia e irreverência. Já Britney Spears não é tão calorosa.

Apesar de muito rápido, Leonardo indica o M&G. “Tudo rola em cerca de 40 segundos, mas é algo mágico.” Já Larissa aconselha estudar bem a ideia. “É a chance de realizar um sonho. Ao mesmo tempo, não deveríamos ter de pagar para abraçar o ídolo.”

De qualquer forma, quem sonha com o Meet & Greet pode aproveitar as vindas de Dulce Maria e Miley Cyrus, em 14 e 26 de setembro, respectivamente, em Sampa, e Austin Mahone e Fifty Harmony, que estarão no Z Festival, em 12 de outubro, também na Capital.


Gleeks se deram mal

Antes de comprar o ingresso do Meet & Greet, confirme se a organização do evento é segura. Isso evita dores de cabeça, como a que Marcella Erédia, 19 anos, de Santo André, teve. Fã do seriado Glee, ela pagou R$ 1.800 para ver os ídolos na Gleek Convention, que seria realizada em 10 e 11 de maio.

“Perto da data não tínhamos nenhuma informação ou contato com a empresa. Ao pesquisar, achamos vários dados estranhos.” Thayanne Porto, 20, também teve problema. “Só depois de procurar a reputação na internet percebi que a empresa era superenrolada.”

Para Marcella, a grande decepção foi não ver os ídolos. “Ficamos um ano na expectativa, a frustração é o maior dano.” O conselho da gleek é comprar o ingresso só após o anúncio oficial do artista. “Se o evento não tiver todas as informações no ato da compra, não confie.”

Ídolo também pode decepcionar

Ser fã de alguém faz parte da adolescência. A identificação com o artista e sua idealização são comuns no período em que as emoções são muito intensas. Mas, com a mesma rapidez com que nos apaixonamos, podemos nos decepcionar. “O envolvimento é grande quando não conhecem o ser humano, com qualidades e defeitos. Idealizam o personagem que o artista é no palco, no cinema ou na TV”, explica Antonio Carlos Amador, psicólogo e professor da PUC-SP.

Por isso, dá vontade de seguir tendências ditadas pelos famosos e fazer tudo por eles. “Mas quando o ídolo é humanizado, vem a decepção. Descobre-se que faz besteira como qualquer um.” É natural ficar chateado. Precisa, porém, saber apreciar o que o astro tem de bom e estar aberto a novos ídolos. “Em pouco tempo, o jovem se identifica com outro.” 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;