Fechar
Publicidade

Domingo, 28 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Na arena das goleadas,
França faz 5 a 2 sobre Suíça

Claudinei Plaza/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

'Bleus' encaminham classificação na liderança
do Grupo E; os suíços ainda sonham com vaga


Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

21/06/2014 | 07:21


Arena Fonte Nova é sinônimo de gols. Depois das goleadas da Holanda sobre a Espanha (5 a 1) e da Alemanha para cima de Portugal (4 a 0), ontem foi a vez da França se inspirar pelo clima de Salvador e aplicar impiedosos 5 a 2 na Suíça. Com o resultado, os Bleus chegaram a seis pontos no Grupo E e só uma combinação de resultados muito improvável tira a equipe das oitavas de final. Já os suíços se mantiveram com três e ainda sonham com a segunda vaga.
 
As equipes foram a campo com modificações em seus sistemas ofensivos. Giroud foi a novidade nos franceses, formando dupla de ataque com Benzema, enquanto Seferovic entrou como referência dos helvéticos.
 

Mas logo deu para perceber qual modificação surtiu mais efeito. Aos 17 minutos, após cobrança de escanteio da direita, Giroud subiu livre e cabeceou no ângulo. Benaglio ainda tocou na bola, mas não conseguiu impedir o gol. 

 Nem deu tempo para os suíços respirarem e, no minuto seguinte, após erro de passe de Behrami no meio campo, Benzema serviu Matuidi, que bateu no canto: 2 a 0.
 
Demorou, mas os suíços pareciam ter se encontrado em campo. Aos 27, Xhaka diminuiu, mas a arbitragem assinalou impedimento. Pouco depois, o próprio meia arriscou da entrada da área, para boa defesa de Lloris. Mas como o adversário não aproveitou, a França teve a chance de marcar o terceiro, em cobrança de pênalti de Benzema, mas Benaglio defendeu. 
 
 Mas foi questão de tempo para os Bleus marcarem o terceiro. Em contra-ataque pela esquerda, Giroud cruzou na medida para Valbuena escorar.
 

 Na segunda etapa, o ritmo se manteve. Os franceses encontravam espaços facilmente na defesa suíça. Com toque de bola rápido e efetivo, envolviam a equipe vermelha. Foi assim que, aos 22, após troca de passes, Sissoko lançou para Benzema – que contou com falha de Senderos – finalizar: 4 a 0. 

 Cinco minutos depois, o atacante retribuiu ao meia que, livre, bateu de chapa no canto oposto do goleiro, marcando o quinto.
 
Confortáveis no placar, os franceses diminuíram o ritmo. E permitiram aos suíços pequena reação, diminuindo o saldo negativo de gols. Aos 34, em cobrança de falta a longa distância, Dzemaili arriscou chute rasteiro que passou pela barreira e entrou no canto. Antes do fim, aos 41, ainda deu tempo de Inler enfiar para Xhaka, que invadiu a área e bateu forte.
 

No último minuto, a França ainda puxou contra-ataque. Benzema foi servido e bateu de primeira, encobrindo o goleiro. Mas o árbitro apitara antes o fim de jogo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Na arena das goleadas,
França faz 5 a 2 sobre Suíça

'Bleus' encaminham classificação na liderança
do Grupo E; os suíços ainda sonham com vaga

Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

21/06/2014 | 07:21


Arena Fonte Nova é sinônimo de gols. Depois das goleadas da Holanda sobre a Espanha (5 a 1) e da Alemanha para cima de Portugal (4 a 0), ontem foi a vez da França se inspirar pelo clima de Salvador e aplicar impiedosos 5 a 2 na Suíça. Com o resultado, os Bleus chegaram a seis pontos no Grupo E e só uma combinação de resultados muito improvável tira a equipe das oitavas de final. Já os suíços se mantiveram com três e ainda sonham com a segunda vaga.
 
As equipes foram a campo com modificações em seus sistemas ofensivos. Giroud foi a novidade nos franceses, formando dupla de ataque com Benzema, enquanto Seferovic entrou como referência dos helvéticos.
 

Mas logo deu para perceber qual modificação surtiu mais efeito. Aos 17 minutos, após cobrança de escanteio da direita, Giroud subiu livre e cabeceou no ângulo. Benaglio ainda tocou na bola, mas não conseguiu impedir o gol. 

 Nem deu tempo para os suíços respirarem e, no minuto seguinte, após erro de passe de Behrami no meio campo, Benzema serviu Matuidi, que bateu no canto: 2 a 0.
 
Demorou, mas os suíços pareciam ter se encontrado em campo. Aos 27, Xhaka diminuiu, mas a arbitragem assinalou impedimento. Pouco depois, o próprio meia arriscou da entrada da área, para boa defesa de Lloris. Mas como o adversário não aproveitou, a França teve a chance de marcar o terceiro, em cobrança de pênalti de Benzema, mas Benaglio defendeu. 
 
 Mas foi questão de tempo para os Bleus marcarem o terceiro. Em contra-ataque pela esquerda, Giroud cruzou na medida para Valbuena escorar.
 

 Na segunda etapa, o ritmo se manteve. Os franceses encontravam espaços facilmente na defesa suíça. Com toque de bola rápido e efetivo, envolviam a equipe vermelha. Foi assim que, aos 22, após troca de passes, Sissoko lançou para Benzema – que contou com falha de Senderos – finalizar: 4 a 0. 

 Cinco minutos depois, o atacante retribuiu ao meia que, livre, bateu de chapa no canto oposto do goleiro, marcando o quinto.
 
Confortáveis no placar, os franceses diminuíram o ritmo. E permitiram aos suíços pequena reação, diminuindo o saldo negativo de gols. Aos 34, em cobrança de falta a longa distância, Dzemaili arriscou chute rasteiro que passou pela barreira e entrou no canto. Antes do fim, aos 41, ainda deu tempo de Inler enfiar para Xhaka, que invadiu a área e bateu forte.
 

No último minuto, a França ainda puxou contra-ataque. Benzema foi servido e bateu de primeira, encobrindo o goleiro. Mas o árbitro apitara antes o fim de jogo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;