Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 29 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

União deixa Linha
18-Bronze sem verba

André Henriques/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Peça publicada na 3ª não mostra recursos federais
para o Metrô da região; gestão Dilma garante aporte


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

26/01/2014 | 07:06


Publicado na terça-feira, o Orçamento da União não apresentou recursos federais para a obra da Linha 18-Bronze (Tamanduateí-Djalma Dutra), que ligará o Grande ABC à rede metroviária da Capital. A promessa do governo federal é encaminhar R$ 1,68 bilhão para o empreendimento, sendo R$ 400 milhões em transferência direta e o restante em financiamento público.

Na semana passada, o governo do Estado adiou publicação do edital da Linha 18-Bronze sob alegação de que a União não havia mostrado nota de empenho dos R$ 400 milhões junto ao PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento). Esse documento é vital para que a Caixa Econômica Federal autorize a liberação do dinheiro ao Palácio dos Bandeirantes.

Havia expectativa no governo estadual de que o Palácio do Planalto incluísse o aporte ao Metrô no Orçamento, afiançando a transferência para a obra e atendendo a uma promessa da presidente Dilma Rousseff (PT). Quando esteve em São Bernardo, em agosto, a chefe da Nação anunciou auxílio nacional para a Linha 18-Bronze.

A peça orçamentária nacional, aprovada no Congresso em dezembro e estimada em R$ 2,5 trilhões, designa investimento em 11 obras de Mobilidade Urbana para o Estado de São Paulo. Entre os empenhos financeiros estão construção da Ferrovia Norte-Sul nas cidades de Estrela D’Oeste, Panorama e Ouroeste; apoio ao Trecho Norte do Rodoanel; adequação das rodovias BR-153 (em São José do Rio Preto) e BR-101 (Praia Grande).

De acordo com os ministérios do Planejamento e Orçamento e das Cidades, a verba para a Linha 18-Bronze está garantida por meio de ação orçamentária designada como “apoio a projetos de sistemas de transporte coletivo urbano” e da portaria de seleção número 185, de 24 de abril de 2012, dispositivo esse assinado pelo ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro (PP). Há também a possibilidade de inclusão do investimento em anexo à peça federal.

“O governo federal já efetuou o empenho inicial para viabilizar a realização da licitação. Os empenhos complementares serão efetuados conforme o cronograma e a execução das obras”, informou, por nota, a Pasta federal de Cidades.

Já o governo estadual afirmou que as notas não foram endereçadas ao Estado e que, por isso, não há previsão para publicação do edital. Mas, nos bastidores, comenta-se que o governador Geraldo Alckmin (PSDB) tenha remarcado para quarta-feira a solenidade de ordem de início da obra.

A Linha 18-Bronze terá 14,4 quilômetros de extensão, interligando o Centro de São Bernardo à Estação Tamanduateí (Linha 2-Verde), local que permitirá também a baldeação para a Linha 10-Turquesa da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos). Serão 13 estações, distribuídas nas cidades de São Bernardo, Santo André, São Caetano e São Paulo, utilizando modal de monotrilho.
 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;