Fechar
Publicidade

Domingo, 26 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Moody's rebaixa rating da Telecom Italia para Ba1



09/10/2013 | 01:41


A Moody's rebaixou nesta terça-feira o rating de crédito da Telecom Itália de Baa3 para Ba1, com perspectiva negativa. O registro da agência de classificação de risco ocorre depois do fracasso da empresa em fortalecer seu balanço e após o anunciou de renúncia de seu presidente e CEO, Franco Bernabé.

"Estamos rebaixando os ratings da Telecom Italia, principalmente por causa da recente renúncia do CEO, que aumentou a incerteza sobre a capacidade da empresa em fortalecer seu balanço patrimonial de forma suficiente para mitigar a tendência de queda em suas receitas domésticas e Ebitda", disse Carlos Winzer, vice-presidente sênior da Moody's e analista líder da Moody's para a Telecom Itália.

Além disso, a agência de classificação de risco atribuiu ao rating da companhia o grau especulativo. A perda do status de grau de investimento provoca o encarecimento dos empréstimos que forem solicitados pela empresa.

A ação de rating conclui a revisão de possível rebaixamento iniciada pela agência em 8 de agosto de 2013.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Moody's rebaixa rating da Telecom Italia para Ba1


09/10/2013 | 01:41


A Moody's rebaixou nesta terça-feira o rating de crédito da Telecom Itália de Baa3 para Ba1, com perspectiva negativa. O registro da agência de classificação de risco ocorre depois do fracasso da empresa em fortalecer seu balanço e após o anunciou de renúncia de seu presidente e CEO, Franco Bernabé.

"Estamos rebaixando os ratings da Telecom Italia, principalmente por causa da recente renúncia do CEO, que aumentou a incerteza sobre a capacidade da empresa em fortalecer seu balanço patrimonial de forma suficiente para mitigar a tendência de queda em suas receitas domésticas e Ebitda", disse Carlos Winzer, vice-presidente sênior da Moody's e analista líder da Moody's para a Telecom Itália.

Além disso, a agência de classificação de risco atribuiu ao rating da companhia o grau especulativo. A perda do status de grau de investimento provoca o encarecimento dos empréstimos que forem solicitados pela empresa.

A ação de rating conclui a revisão de possível rebaixamento iniciada pela agência em 8 de agosto de 2013.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;