Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 5 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Paulo Bio assume secretaria de Mauá


Sérgio Vieira
Do Diário do Grande ABC

07/10/2007 | 07:00


O vereador Paulo Bio (PMDB) assume esta semana a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Social da Prefeitura de Mauá. A movimentação de peças no Legislativo resultará na volta à Câmara de Luiz Grigio, que na sexta-feira trocou o PT pelo PSB.

A estratégia política foi capitaneada pelo superintendente da Sama (Saneamento Básico do Município de Mauá) e articulador político do prefeito Leonel Damo (PV), Francisco Carneiro, o Chiquinho do Zaíra (PSB).

Primeiro suplente da coligação PT-PCdoB-PMDB, Bio assumiu a cadeira na Câmara após a ida de Silvar Silva Silveira (atual PV, mas que foi eleito pelo PCdoB), em novembro, para a Secretaria de Assuntos Jurídicos. Ex-vereador, Grigio é o segundo suplente.

A mudança só foi concretizada no último dia do prazo estabelecido pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para quem irá disputar as eleições porque se Grigio reassumisse uma cadeira na Câmara ainda pelo PT, aumentaria a oposição, que hoje conta com quatro dos 17 vereadores.

Com a ida para o PSB, Grigio reforça a tropa de choque do prefeito no Legislativo de Mauá.

Chiquinho confirmou que esteve à frente das negociações. “Fizemos esta conversa e chegamos a um consenso. Ficou bom para todo mundo.” Ele não teme que a entrada de Grigio no PSB possa prejudicar os pré-candidatos da legenda. “O partido não fecha as portas para ninguém. Quem tiver mais votos vai se eleger.”

Desde as eleições de 2004, Grigio vinha participando de uma Frente para mudar a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal), que reduziu as Câmaras de todo o Brasil. Mauá caiu de 21 para 17.

Grigio argumentou que não vinha tendo o respaldo do PT. “Não estava tendo espaço dentro do partido, me senti desvalorizado”, disse o ex-petista. “A mudança só foi possível também porque pude voltar a ser vereador. Essa questão pesou”, admitiu Grigio.

O atual secretário de Desenvolvimento Econômico e Social, Edson Bertoni, deve continuar na Pasta como diretor de Desenvolvimento. Chiquinho disse que é o prefeito quem definirá a data da posse do novo secretário.

Paulo Bio e Leonel Damo não foram localizados para comentar a mudança no primeiro escalão de Mauá.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Paulo Bio assume secretaria de Mauá

Sérgio Vieira
Do Diário do Grande ABC

07/10/2007 | 07:00


O vereador Paulo Bio (PMDB) assume esta semana a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Social da Prefeitura de Mauá. A movimentação de peças no Legislativo resultará na volta à Câmara de Luiz Grigio, que na sexta-feira trocou o PT pelo PSB.

A estratégia política foi capitaneada pelo superintendente da Sama (Saneamento Básico do Município de Mauá) e articulador político do prefeito Leonel Damo (PV), Francisco Carneiro, o Chiquinho do Zaíra (PSB).

Primeiro suplente da coligação PT-PCdoB-PMDB, Bio assumiu a cadeira na Câmara após a ida de Silvar Silva Silveira (atual PV, mas que foi eleito pelo PCdoB), em novembro, para a Secretaria de Assuntos Jurídicos. Ex-vereador, Grigio é o segundo suplente.

A mudança só foi concretizada no último dia do prazo estabelecido pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para quem irá disputar as eleições porque se Grigio reassumisse uma cadeira na Câmara ainda pelo PT, aumentaria a oposição, que hoje conta com quatro dos 17 vereadores.

Com a ida para o PSB, Grigio reforça a tropa de choque do prefeito no Legislativo de Mauá.

Chiquinho confirmou que esteve à frente das negociações. “Fizemos esta conversa e chegamos a um consenso. Ficou bom para todo mundo.” Ele não teme que a entrada de Grigio no PSB possa prejudicar os pré-candidatos da legenda. “O partido não fecha as portas para ninguém. Quem tiver mais votos vai se eleger.”

Desde as eleições de 2004, Grigio vinha participando de uma Frente para mudar a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal), que reduziu as Câmaras de todo o Brasil. Mauá caiu de 21 para 17.

Grigio argumentou que não vinha tendo o respaldo do PT. “Não estava tendo espaço dentro do partido, me senti desvalorizado”, disse o ex-petista. “A mudança só foi possível também porque pude voltar a ser vereador. Essa questão pesou”, admitiu Grigio.

O atual secretário de Desenvolvimento Econômico e Social, Edson Bertoni, deve continuar na Pasta como diretor de Desenvolvimento. Chiquinho disse que é o prefeito quem definirá a data da posse do novo secretário.

Paulo Bio e Leonel Damo não foram localizados para comentar a mudança no primeiro escalão de Mauá.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;