Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Fotógrafo é acusado de extorsão para vender fotos de atriz


Da AFP

14/08/2003 | 09:16


O fotógrafo John Rutter, que supostamente tentou cobrar US$ 3,3 milhões por fotos que tirou da atriz Cameron Diaz quando ela ainda não era famosa, foi acusado de extorsão nesta quarta-feira pela Corte Superior de Los Angeles.

Rutter, 41 anos, terá de pagar uma fiança de US$ 250 mil para aguardar em liberdade o julgamento, que começa quinta-feira. Além de extorsão, ele é acusado de roubo, perjúrio e falsificação.

Díaz, protagonista de filmes como 'As Panteras' (2000), alega que nunca permitiu a divulgação das fotos de Rutter e, segundo ela, as fotos que ele tem com sua assinatura são falsas.

Rutter, que nega ter tentado vender as fotos, foi preso em seu apartamento em Venice Beach, Los Angeles.

Diaz processou o fotógrafo no mês passado para impedi-lo de divulgar as fotos feitas em uma sessão privada, há dez anos. Ela conseguiu que o juiz da Corte Superior de Santa Monica arquivasse as fotos. O empresário da atriz, Brad Cafarelli, não quis descrevê-las, mas Rutter garante que há imagens dela aos 21 anos com os seios nus.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;