Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Rio Grande: verde ataca PPB e PSDB


Da Redaçao

26/10/2000 | 00:08


O vereador Edvaldo Guerra (PV) afirmou terça-feira que os parlamentares Valdir Mitterstein (PPB), o Gaúcho, Adler Teixeira (PSDB), o Kiko, Pedro Estanqueira (PPS), o Bacalhau, e Paulo Reis (PTB) nao querem contrariar o prefeito Ramon Velasquez (PT) para conseguirem votos petistas na disputa pela presidência na Câmara. O verde chamou Velasquez de demagogo na terça.

Guerra fez a declaraçao após o desfecho da reuniao com o prefeito anteontem, em que os parlamentares concordaram com a posiçao de Velasquez, que vem alegando que o repasse irregular do duodécimo ocorre por uma adaptaçao à Lei de Responsabilidade Fiscal. Velasquez afirmou anteriormente que nao poderá mais enviar o valor total do duodécimo (R$ 81 mil).

Guerra disse que independente de quem for o presidente eleito para o próximo mandato, haverá uma mudança de comportamento por parte dos parlamentares em relaçao à Prefeitura. "Eles vao mudar o procedimento depois de verem o quanto é difícil ser presidente nessas condiçoes", afirmou.

Valdir Mitterstein afirmou que a declaraçao de Guerra nao pode ser relacionada a ele. "Esse é o papel do Kiko, que puxa o saco do prefeito para agradar o PT", disse o pepebista.

Kiko afirmou que a concordância com as açoes do prefeito deve permitir um trabalho mais fácil para a presidência se houver a reduçao de pessoal. "Nao tenho interesses políticos na Câmara. A palavra interesse deve ser aplicada ao Guerra, pois sua mulher é dona do prédio da Câmara", disse. Bacalhau afirmou que a reuniao nao serviu para obter apoio na presidência. "Nao preciso ser amigo do prefeito e sim de quem me elegeu", completou. - GBJr.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;