Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 17 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

China executa homem condenado por 67 assassinatos


Da AFP

14/02/2004 | 15:30


Um dos principais "serial killers" da China, condenado à morte por ter assassinado 67 pessoas nos últimos três anos, foi executado neste sábado, de acordo com informações da imprensa local. Yang Xinhai, 35, foi condenado à morte havia duas semanas por um tribunal da Província de Henan (região central do país). Xinhai não apelou da sentença.

As autoridades chinesas não informaram como foi a morte do criminoso. Na China, as execuções se realizam, geralmente, com um tiro na nuca. Xinhai, antes de ser preso em novembro passado, já tinha condenações por roubo e crime sexual.

De acordo com a polícia, Xinhai era um homem mentalmente perturbado. O roubo e o estupro eram a motivação inicial dos crimes do "serial killer", segundo a polícia.

Xinhai figura entre os piores "serial killers" do mundo, ao lado do americano Gary Ridgway, que confessou ter matado 48 mulheres, e o colombiano Luis Alfredo Garavito, condenado em maio de 2000, em Bogotá, por ter assassinado 189 crianças. "As políticas e recomendações do FMI aos países do Terceiro Mundo, aconselhando elevar as taxas de juros e ordenando privatizações, são conselhos mortíferos", disse.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

China executa homem condenado por 67 assassinatos

Da AFP

14/02/2004 | 15:30


Um dos principais "serial killers" da China, condenado à morte por ter assassinado 67 pessoas nos últimos três anos, foi executado neste sábado, de acordo com informações da imprensa local. Yang Xinhai, 35, foi condenado à morte havia duas semanas por um tribunal da Província de Henan (região central do país). Xinhai não apelou da sentença.

As autoridades chinesas não informaram como foi a morte do criminoso. Na China, as execuções se realizam, geralmente, com um tiro na nuca. Xinhai, antes de ser preso em novembro passado, já tinha condenações por roubo e crime sexual.

De acordo com a polícia, Xinhai era um homem mentalmente perturbado. O roubo e o estupro eram a motivação inicial dos crimes do "serial killer", segundo a polícia.

Xinhai figura entre os piores "serial killers" do mundo, ao lado do americano Gary Ridgway, que confessou ter matado 48 mulheres, e o colombiano Luis Alfredo Garavito, condenado em maio de 2000, em Bogotá, por ter assassinado 189 crianças. "As políticas e recomendações do FMI aos países do Terceiro Mundo, aconselhando elevar as taxas de juros e ordenando privatizações, são conselhos mortíferos", disse.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;