Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 2 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

‘Volpi é um mentiroso’, afirma Luiz Carlos Grecco


Sérgio Vieira
Do Diário do Grande ABC

14/01/2008 | 07:03


“Sou candidato a prefeito de Ribeirão Pires e vou vencer a eleição. Devo polarizar a disputa com a petista Maria Inês Soares.” A afirmação é do ex-prefeito Luiz Carlos Grecco (PP), que reagiu com veemência à declaração do atual chefe do Executivo, Clóvis Volpi (PV), ao Diário, de que ele seria carta fora do baralho em 2008.

Apesar de estar há 20 anos sem disputar uma eleição municipal, Grecco diz que nesse período não surgiram lideranças de expressão na cidade.

O progressista não poupou críticas a seu ex-amigo de faculdade e atual desafeto político. “Volpi tem um ótimo discurso, mas não vai mais enganar a população de Ribeirão. É um mentiroso.” Para Grecco, o chefe do Executivo tem um só objetivo: “Ele quer ser prefeito de Mauá”.

CANDIDATURA

“Sou candidato a prefeito sim. Quando o Clóvis Volpi vem no jornal e diz que estou fora é porque ele está com receio com a minha participação, mas terá de me enfrentar cara a cara. Já tentou me alijar de processos eleitorais anteriores, usando dessas mesmas artimanhas. De certa forma, ele manipula as informações do jeito que lhe convém.”

VICE-PREFEITO

“Terei como companheiro de chapa na eleição deste ano meu filho Anderson Grecco (presidente municipal do PP). Isso me dá muito orgulho. Cheguei a abrir mão da disputa em 1996, 2000 e 2004 por conta de acordos políticos, mas desta vez vamos até o fim e vamos ganhar.”

RAZÕES PARA VOLTA

“A última vez que fui candidato a prefeito de Ribeirão Pires foi há 20 anos, mas nunca deixei de fazer política. Hoje sou integrante da executiva estadual do PP. Assessorei o Paulo Maluf (atual deputado federal) quando ele era prefeito de São Paulo e também fui diretor do Pacaembu. Em Ribeirão, ninguém chegou perto das minhas realizações quando fui prefeito (entre 1977 a 1982 e entre 1989 e 1992). Como o PP hoje faz parte da base de sustentação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e temos representantes na Assembléia Legislativa, tenho certeza que Ribeirão ganhará muito com o meu novo mandato a partir de 2009. Até mesmo o Maluf poderá nos ajudar muito a partir do próximo ano.”

POLARIZAÇÃO

“Pelo cenário que se apresenta para a eleição em Ribeirão, deverei polarizar com a Maria Inês Soares. Acho que o Volpi não chega nem em terceiro. Se bobear, ficará atrás de Valdírio Prisco (PSDB).”

FALTA DE LIDERANÇAS

“O fato de os principais candidatos a prefeito serem ex-chefes do Executivo significa que não surgiram lideranças de expressão na cidade. É por isso que me apresento novamente e sei que posso fazer muito mais do que os que me sucederam.”

INGRATIDÃO

“Fui prefeito duas vezes, vereador e presidente da Câmara de Ribeirão. Eu amo essa cidade. O Volpi não. Aliás, quem acolheu ele quando ninguém o quis mais em Mauá fui eu. Nos meus dois mandatos, o trouxe para ser meu secretário de Educação, Cultura, Esporte e Turismo. Ele está sendo ingrato comigo e com a cidade que o acolheu. É muita prepotência. Ele não é dono da vontade da população.”

MOTIVO DA RAIVA

“Não sei explicar porque o Volpi tem tanta raiva. Para mim, é inveja e dor de cotovelo. Estamos juntos e fomos amigos. Hoje ele é um desafeto político. Ele não tem nenhum projeto político, apenas pessoal. Não há projetos para a cidade. Há seríssimos problemas na área de segurança, empregos, saúde. Não está havendo por parte de alguém tão experiente como ele a vontade de buscar soluções para o município. Ele deixou de lado festas tradicionais da cidade e criou o Festival do Chocolate. Não somos contra, mas não podemos deixar de lado eventos tradicionais da cidade. Ele usa o slogan ‘Agora tenho orgulho de morar em Ribeirão’. Isso é uma maneira de tentar apagar tudo o que os outros prefeitos fizeram. Se nós ficarmos calados e aceitarmos as manobras de bastidores, ele vai de novo enganar este povo.”

NOTA DA ATUAL GESTÃO

“Dou no máximo nota 3. 70% da população rejeita o atual prefeito. Ele não teve maioria quando foi eleito em 2004. É difícil de entender o motivo da cidade estar sendo governada sem nenhum planejamento.”

FUTURO DE VOLPI“Hoje ele administra Ribeirão com os olhos voltados para Mauá. A grande vontade dele é ser prefeito de Mauá. Mesmo se for eleito neste ano, o que duvido, ele pensa em voltar para Mauá e encerrar a carreira como prefeito de lá. Espertamente, sempre diz que não é mais candidato em Ribeirão Pires. É lógico: agora só pensa em Mauá.”


Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;