Fechar
Publicidade

Sábado, 23 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Lula crê na reeleição de Marinho em S.Bernardo


Beto Silva
Do Diário do Grande ABC

16/02/2011 | 07:05


Pela primeira vez após deixar a Presidência, dia 1º de janeiro, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) falou sobre a conjuntura política de São Bernardo, onde mora e permanecerá pelos próximos anos. Ontem, após encontro com o prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho (PT), no Paço, o ex-presidente afirmou que confia na reeleição do afilhado político.

Para justificar a declaração, Lula confia nas ações que serão feitas no biênio 2011-2012. "No primeiro ano que você governa é com o Orçamento do governo anterior. Você só faz seu Orçamento no segundo ano. E este (2011) é o ano que todos os prefeitos que governam vão ter muito mais chances de colocar em prática suas políticas. O Marinho está fazendo o que precisa ser feito para São Bernardo", analisou o ex-chefe da Nação.

Também foi exaltada por Lula a parceria da gestão municipal com o governo federal, que já rendeu repasses de cerca de R$ 600 milhões e existe previsão de que R$ 800 milhões oriundos da União entrem nos cofres da Prefeitura neste ano.

 "Obviamente é preciso fazer muito mais. Tenho certeza que há uma parceria muito forte com o governo federal e acho que o dinheiro está aí para se fazer as coisas. Marinho vai fazer tudo o que prometeu e muito mais", observou o ex-presidente, na saída do Paço, após conversa de uma hora com o prefeito. Ao comentar o fato de Marinho ter minoria na Câmara, foi sucinto: "Isso é relativo".

O político que comandou o País por oito anos (2003 a 2010) observou que o encontro com seu ministro do Trabalho e da Previdência foi apenas de cortesia. "Já estou há 40 dias em São Bernardo então eu disse: ‘Deixa eu fazer uma visita ao companheiro Marinho porque já está na hora'. A partir do dia 8 de março, após o Carnaval, vou voltar a ter uma vida mais intensa na política e aí a gente conversa melhor", salientou o ex-presidente, para em seguida cumprimentar e tirar fotos com admiradores.

 

Após anúncio de veto, tucano desafia prefeito

 

O prefeito Luiz Marinho mandou seu recado: alegando inconstitucionalidade e vício de iniciativa, vai vetar o projeto aprovado semana passada na Câmara que aumenta os descontos no IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) do ano que vem. Agora, o vereador Admir Ferro (PSDB) desafia o petista a enviar projeto semelhante para ser avalizado e os munícipes não perderem os benefícios.

 "Primeiro, o projeto não é inconstitucional. Há proposituras de minha autoria, inclusive, vigentes na cidade que diminuem valores de ISS (Imposto Sobre Serviço) para autônomos. Ela rege sobre tributação, assim como a do IPTU. Se o problema for a autoria, o prefeito pode enviar o seu projeto para o Legislativo", ressaltou o tucano.

Se vetada, a matéria retorna à Câmara para manter a negativa ou derrubá-la para permanência dos descontos. Se isso ocorrer, a alternativa de Marinho será entrar na Justiça com uma Adin (Ação Direta de Inconstitucionalidade). "Nós não perdemos", acredita Ferro.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;