Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 21 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Daniela Mercury reafirma realeza em novo CD


Leonardo Blaz
Da Redaçao

28/03/2000 | 19:39


Daniela Mercury vai ocupar o posto de rainha do samba-reggae durante muito tempo. Sol da Liberdade, o novo álbum da cantora, só vem reafirmar o que já estava explícito: Daniela é exceçao em um gênero em franca decadência, cuja maior proeza é criar, a cada verao, novas coreografias e apelidos diferentes para os órgaos genitais.

Apesar de o axé music ainda marcar forte presença, este é o álbum em que a cantora mais se dedica às músicas românticas. O resultado da experiência é o que há de melhor no CD. O proclamado reggae-cançao Santa Helena, de Márcio Mello - de quem Daniela já havia gravado Nobre Vagabundo - surpreende pela delicadeza da letra e a interpretaçao sublime da cantora.

O mesmo ocorre com De Tanto Amor, de Roberto e Erasmo Carlos. "Queria gravar Sua Estupidez, mas a Gal (Costa) a gravou há pouco tempo. Entao pedi a minha avó, que é pianista, para pesquisar no repertório dos dois qual das cançoes ela achava a mais bonita", conta Daniela. Com o predomínio do violao de Luiz Brasil, a cantora também quis resgatar seu início de carreira, quando cantava, basicamente MPB, em bares de Salvador.

Outra regravaçao foi a bela Sou Você, de Caetano Veloso, que integra a trilha sonora do filme Orfeu. No entanto, a versao da cantora é inferior à interpretada por Toni Garrido. Caetano ainda está presente com Axé Axé, uma referência ao Carnaval baiano.

A cantora também é mais uma das intérpretes a dar voz a uma cançao de Lenine que, com Dudu Falcao, compôs Só no Balanço do Mar. "Ele é um dos artistas mais interessantes que surgiu nos últimos tempos e me toca profundamente pelo domínio da temática nordestina", disse. É nesta faixa em que sao realizadas as mais bem-sucedidas experimentaçoes que permeiam grande parte do CD. "Provoco os músicos a terem uma atitude diferente com os instrumentos".

Para acentuar esse propósito, Daniela havia começado a trabalhar com o arranjador Suba, responsável pela produçao de discos de Marina Lima e Mestre Ambrósio, entre outros. Com a morte do músico no ano passado, apenas parte da parceria está exposta. "Nao consegui transferir muita coisa que ele fez porque havia sido gravada em outra base. Mas consegui manter a mesma linha de baixo em Sol da Liberdade e os teclados em Viagem."

Como produtores, Daniela abusou nos números. Além dela, participaram Emilio Estefan Jr., Juan Vicente Zambrano, Will Mowat e Andres Levin. Segundo a cantora, a escolha de Estefan Jr., marido de Glória Estefan e produtor dos latinos Rick Martin e Jenifer Lopez, nao teve nada a ver com o desejo de atingir o mercado norte-americano, país onde se apresentará em julho, durante duas semanas. "Há poucos produtores no Brasil que dominam todos os gêneros. Além disso, gravar um disco é um trabalho muito desgastante. Com mais pessoas, fiquei em estúdio menos tempo", conta.

O discurso, entretanto, nao cola. O desnecessário remix de Ilê Pérola Negra, que tem dez longos minutos de duraçao, só tem um intuito: pegar carona na atual onda latina que atinge os Estados Unidos.

Desejar o sucesso no maior mercado consumidor e influenciador do mundo nao é problema. A questao é se, para isso, vale a pena desvirtuar, de forma tao constrangedora, um bom samba-reggae e transformá-lo em música para gringo dançar. Sol da Liberdade, que tem participaçao de Milton Nascimento e Dominguinhos, também é mais uma cançao desnecessária. Falta muito para Daniela ser uma compositora madura. Outro momento desanimador é Itapua @no 2000, que com um discurso chato e futurista teima em anunciar que o axé music é ultramoderno e influenciará o mundo.

Ainda nao foi desta vez que a cantora mostrou todo seu talento. No entanto, mesmo com alguns deslizes, Sol da Liberdade é o melhor CD de Daniela Mercury.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Daniela Mercury reafirma realeza em novo CD

Leonardo Blaz
Da Redaçao

28/03/2000 | 19:39


Daniela Mercury vai ocupar o posto de rainha do samba-reggae durante muito tempo. Sol da Liberdade, o novo álbum da cantora, só vem reafirmar o que já estava explícito: Daniela é exceçao em um gênero em franca decadência, cuja maior proeza é criar, a cada verao, novas coreografias e apelidos diferentes para os órgaos genitais.

Apesar de o axé music ainda marcar forte presença, este é o álbum em que a cantora mais se dedica às músicas românticas. O resultado da experiência é o que há de melhor no CD. O proclamado reggae-cançao Santa Helena, de Márcio Mello - de quem Daniela já havia gravado Nobre Vagabundo - surpreende pela delicadeza da letra e a interpretaçao sublime da cantora.

O mesmo ocorre com De Tanto Amor, de Roberto e Erasmo Carlos. "Queria gravar Sua Estupidez, mas a Gal (Costa) a gravou há pouco tempo. Entao pedi a minha avó, que é pianista, para pesquisar no repertório dos dois qual das cançoes ela achava a mais bonita", conta Daniela. Com o predomínio do violao de Luiz Brasil, a cantora também quis resgatar seu início de carreira, quando cantava, basicamente MPB, em bares de Salvador.

Outra regravaçao foi a bela Sou Você, de Caetano Veloso, que integra a trilha sonora do filme Orfeu. No entanto, a versao da cantora é inferior à interpretada por Toni Garrido. Caetano ainda está presente com Axé Axé, uma referência ao Carnaval baiano.

A cantora também é mais uma das intérpretes a dar voz a uma cançao de Lenine que, com Dudu Falcao, compôs Só no Balanço do Mar. "Ele é um dos artistas mais interessantes que surgiu nos últimos tempos e me toca profundamente pelo domínio da temática nordestina", disse. É nesta faixa em que sao realizadas as mais bem-sucedidas experimentaçoes que permeiam grande parte do CD. "Provoco os músicos a terem uma atitude diferente com os instrumentos".

Para acentuar esse propósito, Daniela havia começado a trabalhar com o arranjador Suba, responsável pela produçao de discos de Marina Lima e Mestre Ambrósio, entre outros. Com a morte do músico no ano passado, apenas parte da parceria está exposta. "Nao consegui transferir muita coisa que ele fez porque havia sido gravada em outra base. Mas consegui manter a mesma linha de baixo em Sol da Liberdade e os teclados em Viagem."

Como produtores, Daniela abusou nos números. Além dela, participaram Emilio Estefan Jr., Juan Vicente Zambrano, Will Mowat e Andres Levin. Segundo a cantora, a escolha de Estefan Jr., marido de Glória Estefan e produtor dos latinos Rick Martin e Jenifer Lopez, nao teve nada a ver com o desejo de atingir o mercado norte-americano, país onde se apresentará em julho, durante duas semanas. "Há poucos produtores no Brasil que dominam todos os gêneros. Além disso, gravar um disco é um trabalho muito desgastante. Com mais pessoas, fiquei em estúdio menos tempo", conta.

O discurso, entretanto, nao cola. O desnecessário remix de Ilê Pérola Negra, que tem dez longos minutos de duraçao, só tem um intuito: pegar carona na atual onda latina que atinge os Estados Unidos.

Desejar o sucesso no maior mercado consumidor e influenciador do mundo nao é problema. A questao é se, para isso, vale a pena desvirtuar, de forma tao constrangedora, um bom samba-reggae e transformá-lo em música para gringo dançar. Sol da Liberdade, que tem participaçao de Milton Nascimento e Dominguinhos, também é mais uma cançao desnecessária. Falta muito para Daniela ser uma compositora madura. Outro momento desanimador é Itapua @no 2000, que com um discurso chato e futurista teima em anunciar que o axé music é ultramoderno e influenciará o mundo.

Ainda nao foi desta vez que a cantora mostrou todo seu talento. No entanto, mesmo com alguns deslizes, Sol da Liberdade é o melhor CD de Daniela Mercury.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;