Esportes Titulo GP de Singapura
Ex-presidente da FIA defende Felipe Massa

Jean Todt diz que deveriam ter cancelado GP de Singapura de 2008 assim que trapaça veio à tona

Por João Tollotti
Especial para o Diário
17/12/2023 | 09:16
Compartilhar notícia
Twitter/Reprodução


 Em entrevista ao jornal francês L’Équipe, o ex-presidente da FIA (Federação Internacional do Automobilismo), Jean Todt, voltou a defender publicamente o piloto Felipe Massa. Para ele, o resultado do Grande Prêmio de Singapura 2008 deveria ter sido cancelado pela entidade que regula a modalidade esportiva quando as primeiras informações de manipulação surgiram, ainda no fim daquela temporada.

“Esse caso é especial. Houve uma manipulação comprovada que foi descoberta apenas depois. A Federação tinha conhecimento da verdade antes de 31 de dezembro daquele ano (data limite para ratificação de resultados). Olhando agora, deveríamos ter pedido o cancelamento da prova. Há um fato completamente novo, verificado e verdadeiro, que o órgão regulador sabia”, disse se referindo às revelações de que Max Mosley, então presidente da FIA, e Charlie Whiting, diretor de provas da F1, sabiam do caso antes do GP do Brasil daquele ano.

No início deste mês, Jean Todt, já havia defendido Massa durante entrevista ao jornal italiano La Stampa.

ENTENDA O CASO

Em 2008, Felipe Massa corria pela Ferrari e fez o seu melhor campeonato, mas o campeão daquela temporada acabou sendo o britânico Lewis Hamilton, com um ponto a mais que o brasileiro. 

No entanto, foi apenas em 2009 que o mundo do automobilismo ficou sabendo que na corrida de Singapura, a Renault havia interferido externamente, a mando de seu então chefe Flavio Briatore, que pediu para que Nelson Piquet Jr. batesse seu carro propositalmente para que o safety car fosse acionado a fim de ajudar seu companheiro de equipe, Fernando Alonso. O espanhol, então, conquistou a liderança e venceu aquela corrida. Já Felipe Massa, que havia largado em primeiro, terminou a prova apenas na 13ª colocação, não marcando nenhum ponto na ocasião. Com o cancelamento daquela etapa, Felipe Massa seria matematicamente campeão. uma vez que todos os pilotos perderiam os pontos somados em Singapura.

Massa, então, resolveu reivindicar o título após declarações de Bernie Ecclestone, admitindo a trapaça, durante entrevista a um portal no mês de março deste ano.




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


;