Setecidades Titulo Memória
Gente de Diadema, vibrai! A fonte voltou... ...com a Pousada dos Jesuítas... ...e suas várias atrações.

A Prefeitura reabre hoje o parque público mais central da cidade, que estava abandonado e cuja história é centenária

Por Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC
17/12/2023 | 08:00
Compartilhar notícia


Transformar o espaço do antigo lago numa arena ou manter as características originais? O prefeito José de Filippi Junior não titubeou: será lago, como sempre foi. E técnicos e operários municipais foram à luta e fizeram ressurgir – sem necessidade de contratar uma empresa privada - o mais antigo parque público de Diadema.

Árvores foram retiradas, outras plantadas. Equipamentos incorporados à paisagem, com trilhas, brinquedos, palcos e, por todo canto, os painéis em mosaicos de um artista da cidade, Edmilson de Morais.

Edmilson é artista plástico. Mantém o Castelinho das Artes, seu atelier, à Rua Barão de Uruguaiana, 148, no Jardim Ruyce.

RESURGE A FONTE

Pela localização central e preservação da mata atlântica, o Parque Pousada dos Jesuítas segue os passos do Parque Trianon da Avenida Paulista. São dois oásis, o de Diadema e o da Capital.

Brotam ideias: uma delas a de interligar a Pousada dos Jesuítas ao Parque dos Imigrantes, ambos ao longo da Avenida Antonio Piranga, um projeto para 2024 quando, aos domingos, a via seria fechada aos automóveis em benefício das caminhadas e dos amantes do ciclismo.

Agora é estudar, historicamente, todos esses parques de uma Diadema que planeja inaugurar, também no próximo ano, os parques Serraria e Linear Billings.

 

Crédito das fotos 1 e 2 – Projeto Memória

DUAS ATRAÇÕES. Edmilson de Morais aponta para uma das suas obras, no lago refeito, em mosaicos, uma costela-de-adão; mais adiante, Victor Arroyo e Renata Chaves abraçam a árvore símbolo da cidade cujo nome é Diadema: na velha Fonte, o Parque Pousada dos Jesuítas refeito 

DIARIO HÁ 30 ANOS

Sexta-feira, 17 de dezembro de 1993 – ano 36, edição 8572

CIDADES & SERVIÇOS – O acostamento da Via Anchieta vira macumbódromo.

Despachos são deixados na margem da estrada; umbandistas reclamam de pouco espaço na Praia Grande; Polícia diz que vai multa.

Reportagem: José Antonio Leite.

RESISTÊNCIA – Moradores da favela Heliópolis, na divisa com São Caetano, enfrentaram a polícia com pedras e paus, como resistência a uma ação de despejo de 1.500 famílias.

EM 17 DE DEZEMBRO DE...

1903 – Do correspondente do Estadão no Alto da Serra (Paranapíacaba): o capitão Francisco de Oliveira Celso doou à capela local uma imagem do padroeiro, Senhor Bom Jesus; e prometeu doar, também, uma imagem de Nossa Senhora do Deserto.

1908 – Lançado o livro “Cartas de Amor”, novíssimo manual dos namorados e novo guia de correspondência amorosa. Um volume, 2$000 réis; pelo correio, 2$500.

1953 – Escola Técnica de Comércio Santo André realizava a solenidade de diplomação dos novos técnicos de contabilidade, no Cine Tangará. 

Era diretor: professor Eliseu Fedri; paraninfo, professor Noêmio Spada; homenageados os alunos Luís Bardelli e Erica Moller, 1º e 2º lugares na classificação.

1958 - News Seller – hoje Diário do Grande ABC - mudava para novas instalações: deixava a rua Coronel Oliveira Lima e instalava-se na rua Bernardino de Campos, em Santo André.

NOTA – Os dois prédios, da Oliveira Lima e da Bernardino de Campos, que foram sedes deste jornal, permanecem intactos 65 anos depois...

MUNICÍPIOS BRASILEIROS

No Estado de São Paulo, hoje é o aniversário da Estância Turístico-Religiosa de Aparecida, município criado em 17-12-1928 por lei estadual que o separou de Guaratinguetá.

Outros 63 municípios aniversariam hoje, a maioria de Minas Gerais, entre os quais Águas Formosas, Alpinópolis, Alterosa, Betim, Inhapim, Liberdade e Volta Grande.

No Rio Grande do Norte, Barcelona, Maxaranguape, Olho-d''Água do Borges e Parnamirim.

No Amapá, Ferreira Gomes, Laranjal do Jari, Santana e Tartarugalzinho.

Na Paraíba, Itatuba e Serra Redonda.

E mais: Bom Jesus (PI), Conde (BA) e Diorama.

3º domingo do Advento

17 de dezembro

“Eu sou a voz que clama no deserto: endireitai o caminho do Senhor” (cf. Folhinha Sagrado Coração de Jesus, Paulus/Vozes, 2023).

No 3º domingo, acende-se a vela roxa clara, quase rosa.

Ilustração: Paula Dizaró/cancaonova.com




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


;