Setecidades Titulo Memória
Obra master dos trabalhadores: ...um abraço... ...dado com carinho num esqueleto... ...o do Hospital de Clínicas. Hoje o Estadual Mário Covas.

A data de 12 de novembro de 1999 torna-se histórica e passa a figurar no calendário desta página Memória

Por Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC
15/11/2023 | 08:00
Compartilhar notícia


Ao ser convidado a participar do programa “Memória na TV”, do DGABC-TV, Isaias Urbano da Cunha, diretor-presidente da Associação dos Trabalhadores Aposentados e Pensionistas do Grande ABC, não teve dúvidas em apontar a luta dos aposentados em defesa do que é hoje o Hospital Estadual Mário Covas como a principal da categoria.

As obras planejadas no governo Newton Brandão (1973-1976), iniciadas no governo Lincoln Grillo (1977-1982) estavam paralisadas desde 1984. O que se via no Parque Central era um grande esqueleto de prédios inacabados, deteriorando-se.

Inconformados, os aposentados metalúrgicos de Santo André mobilizaram outras associações de aposentados. E um grande abraço foi dado no esqueleto naquela sexta-feira, 12 de novembro de 1999. Era preciso reiniciar as obras.

“Aquele ato teve a ajuda do Diário do Grande ABC, que publicou uma foto do abraço”, relata Ewander de Moraes, assessor da diretoria da Associação dos Aposentados e Pensionistas do Grande ABC, em entrevista ao DGABC-TV.

“Benedito Marcilio (então presidente da Associação dos Metalúrgicos Aposentados) conseguiu juntar pessoas para o abraço, na época um terreno com uma porção de areia e tijolos”, arremata Sr. Isaias.

Cerca de 400 pessoas participaram do abraço simbólico, escrevia a repórter Andrea Catão Maziero, do Diário.

A partir daquele momento, as obras foram reiniciadas, acompanhadas passo a passo pelo Diário. O então governador Mário Covas chegou a participar de um café da manhã no Bufê Padoveze, em Santo André. Se comprometeu a ajudar, desde que o hospital fosse de fato regional.

NOTA DA MEMÓRIA

Um dos participantes do “abraço” em 12 de novembro de 1999 foi José Cicote, o deputado hoje nome oficial do Parque Central, onde está o Mario Covas.

Na entrevista desta semana do DGABC-TV, “Memória” sugere ao filho a Almir Cicote, filho do “Cicotão”, o secretário Almir Cicote, que se empenhe em registrar aquele ato histórico.

As novas gerações precisam saber que foram trabalhadores aposentados que lutaram para que o Hospital Mário Covas virasse realidade.

Hoje o hospital recebe gente de todas as cidades, inclusive de outros Estados.

Nada mais justo que se coloque em local de destaque do hospital uma simples placa: “Este hospital nasceu da força do trabalhador do Grande ABC”.

NO AR

A entrevista completa de Evander de Moraes, juntamente com a de Urbano da Cunha, está no site do Diário (www.dgabc.com.br), no “face” da “Memória” (endereço no cabeçalho da página) e no Youtube.

Crédito da foto 1 – Vitória Santos/Banco de Dados (reprodução)

DOCUMENTO. Diário do Grande ABC, 13 de novembro de 1999. A reportagem de Andrea Catão Maziero, com foto de Miriam Gomes. Este abraço fez renascer a ideia de dar ao Grande ABC o seu hospital regional, obra maior dos trabalhadores da região.

Crédito da foto 2 – Projeto Memória

PESQUISA. Ewander de Moraes: em busca de mais informações sobre a história do Hospital Mário Covas

DIARIO HÁ 30 ANOS

Domingo, 14 de novembro de 1993 – ano 36, edição 8544

CULTURA & LAZER – Saias masculinas, uma questão de tipo, dizia o estilista mineiro Renato Loureiro, ao participar de uma atividade pública em Santo André.

O Diário promovia um desfile de homens vestindo o chamado pareô, reunindo três colaboradores: o operário Ailson Oliveira e os empresários Wagner Tofanello e Agner Lobo Casagrande.

Os três desfilaram pela Rua Coronel Oliveira Lima. Foram fotografados por Renato Rodrigues e ouvidos pelo jornalista Paulo Carneiro.

Tudo muito bem organizado: o estilista Renato Loureiro cedeu as roupas, Pixolé os calçados, cuidando da produção de moda Denise Lima.

“Foi um barato”, como se dizia à época.

EM 15 DE NOVEMBRO DE... 

1933 – Primeiro de Maio FC, de Santo André, realizava matinê dançante em seu salão de festas.

1953 – Sociedade Beneficente Brasil Unido festejava a Proclamação da República, com palestra do escritor Urbano Lopes da Silva. 

Fundado o Bonsucesso FC, de Santo André

1968 - Grande ABC elegia seus novos prefeitos: Newton Brandão (Santo André), Aldino Pinotti (São Bernardo), Oswaldo Massei (São Caetano) e Geraldino Loti (Rio Grande da Serra). 

1963 – Terminava a greve dos trabalhadores na Refinaria de Capuava.

1973 – Sociedades Amigos de Bairros realizava seu primeiro encontro no Grande ABC.

Casas Bahia inaugurava sua loja nº 13, a primeira em Mauá: Avenida Barão de Mauá, 370.      

1978 – Fundado o Centro Recreativo e Esportivo Gonzaga Nipo-Brasileiro, de São Caetano.

HOJE

Dia da Proclamação da República (ano 134).

Dia Nacional da Umbanda

Dia do Esporte Amador

Dia do Joalheiro

Santo Alberto Magno

15 de novembro

Alemão (1206-1280). Foi bispo de Regensburg. Deixou muitas obras escritas que versam sobre a doutrina cristã e sobre as ciências naturais. É doutor da Igreja.

Ilustração: Vatican News (divulgação)




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


;