VIVIA JANDO Titulo VIVIA JANDO
A temporada está chegando
Por Rodermil Pizzo
03/10/2023 | 14:42
Compartilhar notícia


Estamos às portas do fim de ano. Verão, férias e, automaticamente, os turistas atrasados que começam a planejar e organizar suas viagens. Falamos dos turistas de última hora, que são a maioria, já que os mais prevenidos compraram suas viagens de férias e verão logo no início do ano letivo, pois assim economizam e conseguem mais descontos pela compra antecipada.

Esta regra só não está se aplicando a quem comprou com a 123Milhas. As agências de viagens e hotelaria estão preparadas para receber os clientes em busca de opções – como sempre, mais do mesmo, querem preços baixos e promoções e exigem qualidade. Resumindo, o famoso barato e bom, palavras que, de modo geral, andam desassociadas. Raramente algo tem qualidade e baixo custo; a conta não fecha. Exemplos? Passagens baratas da internet que inexistem, assim como os famosos golpes de locação de imóveis para temporada, que também não existem.

Entra ano e sai ano, o golpe da casa com piscina na praia não sai de moda e faz vítimas – ou melhor, oportunistas vítimas. Ainda temos as maravilhosas hospedagens que prometem paraísos e, ao chegarmos ao local, nos deparamos com quartos sujos e sem condições de permanência, falta de higiene e segurança.

Esta semana, recebi um vídeo de uma pousada, que conheço bem, em Angra dos Reis. O vídeo me chamou muito atenção pelas belas imagens – pelos ângulos filmados, mostrava-se um verdadeiro oásis. Se eu não conhecesse o local pessoalmente, talvez tivesse me atraído pela chamada e pelo valor e, com certeza, acabaria comprando umas diárias para passar férias com minha família no local. Como lá já estive, não caí no golpe das imagens do paraíso – que, pessoalmente, sei que é mais próximo do inferno.

A internet se presta muito bem a este papel, o de enaltecer e valorizar o que não tem valor nenhum. Outro assunto importante são os passeios em praias por famosos guias independentes, carros de aplicativos clandestinos ou motoristas autônomos. Na ânsia de economizar, turistas são expostos a situações bizarras e perigosas. Por isso, economia, neste assunto, vai ao encontro da máxima que diz: economia é porcaria em turismo.

Os navios ainda apresentam datas, não nobres, obviamente, com ótimos preços. Eu mesmo consultei uma viagem de oito dias em um transatlântico de luxo por R$ 3.000 por pessoa, já inclusas quatro cidades (Rio de Janeiro, Salvador, Ilhéus e Búzios), com todas as refeições e taxas incluídas, exceto bebidas. Mesmo não sendo dentro das datas como Natal, Réveillon, Carnaval ou férias escolares, as datas mais procuradas do turismo, ainda estamos falando de verão, já que o embarque será em meados de fevereiro.

Opções ainda se tem, basta muita atenção. Eu sugiro o uso da regra melhor uma viagem de menor tempo com maior custo, porém com qualidade, do que uma viagem longa, de baixo custo em local ruim. Em tempo, e lamentavelmente: o câmbio de euro e dólar acima dos R$ 5 mantém as viagens internacionais fora do alcance dos planos de 2023/24 para a grande maioria...

Rodermil Pizzo é doutorando em Comunicação, mestre em Hospitalidade e colunista do Diário, da BandFMBrasil e do Diário Mineiro.




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


;