Cena Política Titulo
Gavinelli e Reple no coração de Morando
Por Da Redação
04/08/2023 | 07:00
Compartilhar notícia
Seri


O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), tem feito movimentos internos no Paço para blindar e, ao mesmo tempo, fortalecer seus dois nomes preferidos na disputa pela sucessão à Prefeitura: os secretários de Finanças, José Luiz Gavinelli, e de Saúde, Geraldo Reple Sobrinho. Uma das táticas é praxe de Morando: a cada semana valorizar um quadro político, em especial vereadores, na tentativa de confundir a classe política local e iludir os parlamentares aliados. Seja com um elogio em atividades políticas ou postagem nas redes sociais, Morando promove afagos a série de aliados que, sabidamente, não terão sua chancela na corrida eleitoral ao Paço. Esse movimento já foi identificado por aqueles que conhecem os passos do tucano. Na cabeça de Morando, somente Gavinelli e Reple seriam as figuras que não trariam riscos de reduzir sua influência na Prefeitura a partir de 1º de janeiro de 2025, quando ele não empunhará mais a caneta de prefeito de São Bernardo.

Rescaldo
Ainda está dando o que falar o bate-boca entre os vereadores na volta dos trabalhos legislativos em São Bernardo. O vereador Lucas Ferreira (sem partido) acusou a parlamentar Ana Nice (PT) de tê-lo chamado de “preto sem vergonha”, frase que foi negada pela petista. Alguns parlamentares disseram a Lucas que ouviram a declaração de Ana Nice, outros negaram. Há um clima de possibilidade de o caso parar na polícia, porém, há vereador que busque contemporizar a situação.

Inauguração de placa
O deputado federal Marcelo Lima (PSB) participou, nesta semana, da inauguração de uma placa turística na Via Anchieta, na altura do Riacho Grande. Prevendo piadas a respeito da agenda, Marcelo se antecipou: “Esse marco pode parecer pequeno para alguns, mas é de grande significado para os moradores e comerciantes locais, abrindo portas para novas oportunidades”.

Respeito – 1
Autoridades de Santo André prestaram condolências à família e enalteceram o legado de Terezinha Sardano, fundadora do Instituto Amélia Rodrigues. Mãe do vereador Edson Sardano (PSD), Terezinha morreu anteontem, aos 89 anos, após muita contribuição para Santo André e região. Sardano postou homenagem à mãe e pediu que a população andreense doasse leite em pó para auxiliar a entidade.

Respeito – 2
“Terezinha deixa um legado de solidariedade e amor ao próximo, através do seu trabalho social em nossa cidade”, pontuou o prefeito Paulo Serra (PSDB). “Mulher iluminada e comprometida com o desenvolvimento humano. O seu trabalho em prol do social em Santo André contribuiu para o acolhimento e o atendimento de inúmeras famílias andreenses”, disse a deputada estadual Ana Carolina Serra (Cidadania).

Posse temporária
Empresário e comerciante de Mauá, Carlos Bandeira, conhecido como Cal Bandeira (SD), assumiu vaga na Câmara. Ele herdou cadeira de Jotão (SD), que se licenciou do cargo por período determinado. Cal teve 1.033 votos nas eleições de 2020 e foi o primeiro suplente do partido.

Em Brasília
Secretário de Saúde de Diadema, Zé Antônio (PT) esteve em Brasília em busca de investimentos da União para a reestruturação do setor, envolvendo a construção do novo hospital municipal, as três novas UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) e para finalizar as obras do Complexo de Saúde Mental, que vai abrigar três CAPS (Centros de Atenção Psicossocial). “Vim reforçar os pedidos de investimentos na saúde feitos pelo nosso prefeito Filippi, que esteve aqui em Brasília recentemente”, comentou.

Visita
O deputado estadual Caio França (PSB) esteve no Grande ABC ontem. Ele visitou a sede do Diário. Passou também por Mauá e São Caetano.




Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


;